Marrony analisa falta de entrosamento do Fluminense em vitória e projeta 2023: 'Estou preparado'

Marrony atendeu a imprensa após a vitória (Foto: Leonardo Brasil/Fluminense FC)


O Fluminense venceu o Nova Iguaçu por 1 a 0, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Carioca. O gol foi marcado por Lima, estreante entre os titulares, em grande chute de fora da área. O atacante Marrony falou com a imprensa após a partida, destacou a falta de entrosamento do Tricolor na partida e projetou o ano de 2023.

+ Veja as principais movimentações do Fluminense no mercado da bola

Se depender Marrony, esta temporada vai ser bem diferente da última. O jogador confirmou que está mais confiante com os trabalhos realizados e, agora, mira grandes feitos para 2023, incluindo títulos.

- É um time muito novo, mas conseguimos fazer o que o professor Diniz sempre pede, marcar, correr, atacar sempre que possível. Eu me dediquei, consegui fazer o que tive que fazer. Voltei muito bem esse ano, recebi muitos elogios. Aos poucos vou pegando confiança. A gente entende um pouco do que o Diniz pede, mas o impacto de quem chegou nesse ano é grande, é mais difícil no começo. Com o tempo, oportunidades, sequência de jogos, ele falou que vai usar bastante. É importante ter a gente porque vai ser um ano difícil, vamos precisar de todo mundo - disse.

O jogador também comentou sobre as disputas sadias no elenco e minimizou a concorrência, procurando o melhor para o Fluminense. Além disso, explicou que não observa os resultados dos rivais e foca no Clube das Laranjeiras.

+ Flamengo ou Fluminense? Pai de Bruna Griphao, do BBB, revela para qual time a filha torce

- Fica mais complicado, mas esse ano foquei mais, consegui voltar bem, me vejo acima do que comecei ano passado. A disputa sadia vai ter, mas é importante ter todos, por mais que eu não seja titular. Quando for o Keno, o Jhon (Arias), a torcida é a mesma. O importante é o time estar bem.Eu sou um jogador que não costumo olhar muito isso (os resultados dos rivais) - analisou, antes de concluir:

Temos que ir jogo a jogo, o próximo é só domingo, temos quatro dias para nos prepararmos. Não sei como vai ser lá, mas o importante é termos esse pensamento. Cheguei ano passado da Dinamarca, já falei quando cheguei que não tive uma sequência boa, não me adaptei. Chegar com uma intensidade maior é difícil, mas to desde o mês passado fazendo testes físicos, me vejo bem melhor, mais confiante. Estou preparado - finalizou.

+ VÍDEO: Fluminense bate o Nova Iguaçu com golaço de Lima; assista

O Fluminense volta a campo neste domingo, para enfrentar o Madureira, no Estádio Kléber Andrade. Ainda não se sabe se Diniz utilizará os titulares no duelo que será disputado em Cariacica, válido pela terceira jornada do Estadual.