Marquinhos revela ansiedade para jogar na Arena Corinthians e nega ter deixado o Timão porque Tite o queria de volante

O zagueiro Marquinhos não esconde a ansiedade de voltar a jogar na Arena Corinthians, estádio do clube que o revelou para o futebol. Titular da Seleção Brasileira desde a chegada de Tite ele formará dupla de zaga mais uma vez com Miranda no jogo contra o Paraguai, nesta terça-feira (25), às 21h45 (de Brasília), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

“A ansiedade é grande, sentimento é dos melhores, emoção grande. Era ali o alojamento da base, tenho ótimas recordações dali. É sempre um momento mágico e único voltar ali... É especial. Joguei na Olimpíada, contra a Colômbia, vencemos e foi especial. Dessa vez será de novo, porque tenho muitas memórias, era um sonho de todo corintiano ter um estádio e logo ali onde tenho tantas memorias da base é especial”, afirmou o defensor em entrevista ao SporTV.

Marquinhos - Corinthians


(Foto: © Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

O jogador ainda aproveitou para desmentir que o motivo de sua saída do Corinthians em 2012 tenha sido por conta de um pedido de Tite para se tornar volante.

“Que (o Tite) queria que eu virasse volante é mito. Ele me utilizou em alguns jogos, uma vez me colocou como lateral esquerdo, outro como direito. Creio que tenho essa versatilidade. É mito, nunca quis que eu virasse volante. Tite é um cara que respeita muito o jogador”, declarou.

Por fim, o zagueiro disse pensar na possibilidade de retornar ao Corinthians “em um futuro próximo”.

“Ainda penso. Estou sempre acompanhando, mesmo de longe, as notícias também, sempre estou de olho, seguindo o Corinthians nas redes sociais. Um dia penso sim (em voltar), num futuro bem próximo”, finalizou.