Marquinhos pede tranquilidade com Tite na Seleção

Yahoo Esportes
Marquinhos se firmou como zagueiro da Seleção Brasileira. Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press
Marquinhos se firmou como zagueiro da Seleção Brasileira. Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

O título da Copa da America dará tranquilidade para o atual grupo da Seleção Brasileira seguir com o trabalho nas Eliminatórias para a Copa do Catar. O desempenho foi razoável, mas suficiente para ser campeão do torneio.

A CBF garante que Tite fica até o ciclo do Mundial, em 2022, apesar do treinador se esquivar de qualquer pergunta sobre possíveis propostas de outros clubes. O blog conversou com Marquinhos, após a conquista. O zagueiro elogiou o técnico e enalteceu o coletivo do time, superior a qualquer individualidade.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também

Esse título da Copa América fortalece tua geração?

Claro, acho que todo título fortalece um ambiente, uma geração. É difícil ganhar título, fazia um bom tempo que a gente não conseguia ganhar. Minha terceira Copa América e meu primeiro título. Então, creio que realmente não é fácil e tem que valorizar isso.

A Seleção ganhou sem o Neymar. Isso foi uma prova de que o coletivo é maior que qualquer individualidade?

Sim, sim. É um fato porque não só Neymar, mas creio que todos que são substituídos, o padrão do time é mantido. A gente viu ao longo da Copa América, jogadores que começaram como titulares, também foram substituídos e o nível do time não caiu. Então, acho que realmente a força desse time é o coletivo.

Você tem convicção de que o Tite continua até a Copa do Catar?

É um grande treinador que a gente gostaria que continuasse, porque é uma pessoa que nos faz bem dentro da Seleção, um treinador de excelência que passa muita coisa boa para a gente. A gente vê os resultados dentro de campo e espero que ele tenha tranquilidade para trabalhar até esta Copa, para que a gente faça um grande trabalho.

Marquinhos foi titular ao lado de Thiago Silva e se firmou na equipe. É nome certo nas próximas convocações. O Brasil volta a jogar em setembro, em dois amistosos contra Colômbia e Peru, nos Estados Unidos.

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também