Marquinhos curte Itaquera, projeta volta e dá palpite para clássico

Marquinhos está em Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, junto com toda a delegação da Seleção Brasileira. Apesar de viver em Paris, capital da França, o zagueiro ainda cultiva suas memórias paulistas e não esconde a ansiedade por voltar a pisar em Itaquera, palco do jogo contra o Paraguai às 21h45 (horário de Brasília) da terça-feira. O local, que atualmente abriga o estádio do Corinthians, já foi um centro de treinamentos e alojamento das categorias de base do clube alvinegro, de onde Marquinhos saiu para se tornar um dos melhores do mundo na sua posição.

“Bate (uma ansiedade). Para mim é especial jogar ali. O sentimento é dos melhores, uma emoção muito grande. Era ali o alojamento da base, tenho ótimas recordações dali. É sempre um momento mágico e único voltar ali. É especial. Joguei na Olimpíada, contra a Colômbia, vencemos e foi especial. Dessa vez será de novo, porque tenho muitas memórias, era um sonho de todo corintiano ter um estádio e logo ali onde tenho tantas memórias da base… É especial”, comentou, ao Sportv, o atleta de apenas 22 anos, mas já dono da titularidade tanto no Paris Saint-Germain quanto na Seleção Brasileira.

Alguém pode duvidar do sentimento de Marquinhos pelo ex-clube, pois como jogador profissional, foram apenas 14 partidas antes de se transferir para a Roma, em 2012. Porém, além de ser corinthiano assumido, o defensor defendeu o Timão desde o Sub-15, foi campeão da Copa São Paulo de Juniores e ainda participou das conquistas do Brasileiro e da Libertadores, em 2011 e 2012, respectivamente. Tudo isso faz com que sua vontade de voltar permaneça viva.

“Ainda penso (em voltar). Estou sempre acompanhando, mesmo de longe. As notícias também, sempre estou de olho, seguindo o Corinthians nas redes sociais. Penso, sim (em voltar), em um futuro bem próximo”, contou Marquinhos, que antes de defender a Seleção, vai acompanhar, como torcedor, o clássico contra o São Paulo, que será disputado neste domingo, às 16 horas, no estádio do Morumbi, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista.

“Jogo bom de ver. Estaremos na concentração, tranquilos”, admitiu, antes de arriscar um palpite. “Espero um 2 a 0 para o Corinthians. Está perfeito”, vislumbrou, entre risos.