Marlone é apresentado no Galo e mira clássico de sábado: “uma final”

Há três anos, o meia-atacante Marlone vestia as cores do Cruzeiro. Hoje, ele é jogador do Atlético-MG, maior rival celeste. Apresentado oficialmente na manhã desta terça-feira no Galo, o atleta se colocou à disposição e espera ser aproveitado já no clássico do próximo sábado, no Mineirão, às 16h (de Brasília), pela 10ª rodada do Campeonato Mineiro.

“A gente é atleta profissional, já passei por outros clubes. A gente sabe que é clássico. Vou encarar como uma final, um jogo decisivo. A gente sabe como é um clássico. Quem bom que a estreia vai ser em um clássico. Estou trabalhando para estrear com vitória ou até com gol. Seria importante para chegar com o pé direito”, destacou.

Marlone era desejo do Atlético-MG desde a virada do ano. Agora, sem espaço no Corinthians, o atleta foi liberado para o Galo, que cedeu Clayton por também empréstimo pelo mesmo período – um ano. Falando pela primeira vez como jogador atleticano, ele comentou suas qualidades e projetou como deve ser aproveitado por Roger Machado.

“O Roger falou muito bem das minhas qualidades. Não sou um ponta de velocidade. Eu jogo aberto pelas pontas, sou um cara que finaliza, um cara que acha um passe entre linhas para o atacante. Ele me contratou mais para essa função, para não ficar limitado na ponta, para eu buscar o jogo também, como se fosse um meia. O professor vai saber tirar o melhor de mim e do grupo”, finalizou.