Marlene, viúva de Calçada, divulga apoio a Mussa: 'Se meu marido estivesse aqui, estaria indignado'

Felippe Rocha
·2 minuto de leitura


Nem só de acusações e ações na Justiça vive a política do Vasco. Na última sexta-feira, foi uma carta de apoio que o presidente da Assembleia Geral do clube, Faués Mussa, recebeu. A remetente é Dona Marlene Calçada, viúva de Antonio Soares Calçada, presidente do clube durante 18 anos e morto em abril do ano passado.

-> Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

Confira a carta:

"Olá, vascaínos. Para quem não me conhece sou Marlene Calçada, viúva do ex-presidente Antonio Soares Calçada.

Tenho acompanhado as eleições do nosso Vasco, vi ameaças e difamações que o Mussa e sua família têm sofrido de pessoas que não sabem e nem imaginam o que ele fez pelo nosso clube.

Conheço muito bem essa família, de longa data, e desde 1983 aproximamos laços quando o Mussa assumiu pela primeira vez uma vice-presidência.

Viajamos juntos para a Espanha, torneio Teresa Herrera, em La Coruña, com a amiga Mary - esposa de Mussa - e pagamos nossas passagens e despesas.

Por sinal, pagar, doar e ajudar ao Vasco foi o que mais fez o Mussa nesses seus mais de 50 anos de Vasco. Lembro de alguns casos famosos, como a fiança do apartamento do falecido uruguaio Daniel González, que o Vasco não pagou e o Mussa pagou; o hotel em Campos dos Goytacazes em que o Vasco ficou concentrado, mas não teve como pagar, e o Mussa pagou. Fora outras dezenas de doações que sei que fez. Histórias que os mais novos desconhecem, mas que ouvi dentro de minha casa. Naquela época era assim. Meu marido doava, seus vices e diretores também ajudavam no que podiam e Mussa foi um dos que mais ajudaram o Vasco a passar por aquela fase ruim. Foram esses vascaínos que ajudaram o Vasco a ser esse Gigante, e a ganhar seus títulos de Carioca, Brasileiro, Mercosul e Libertadores.

Se meu marido estivesse aqui, estaria indignado e sairia em defesa de seu amigo e grande vascaíno Mussa. E assim eu faço, rebatendo ataques de jovens e fake news dos tempos de hoje que são levados por ingenuidade de uns e maldade de outros.

Desejo a toda sua família muita saúde e paz. A você, Mussa, muita força e desanimar nunca, para continuar ajudando o nosso Vasco como sempre o fez.

Marlene Calçada"