Marko ironiza liberação do Red Bull Ring para treino da Renault: "Foi um gesto generoso"

motorsport.com

Nesta terça-feira, a Renault iniciou uma sessão de dois dias de testes no Red Bull Ring, na Áustria, iniciando sua preparação para o início da temporada 2020 da Fórmula 1 na pista, que receberá duas etapas. Mas as atividades da equipe francesa não agradaram a todos, incluindo Helmut Marko, que ironizou a "generosidade" da direção que abriu as portas para as rivais.

A pista, que pertence à fábrica de energéticos, será sede do GP da Áustria em 05 de julho, e o GP da Estíria, na semana seguinte. Para a Renault, que não teria condições de treinar nem na França nem no Reino Unido, o local se mostrou ideal para realizar os testes.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Brawn diz que F1 não procura novas equipes, apesar de “criar ambiente econômico viável”VÍDEO: Renault mostra Ricciardo acelerando em teste na ÁustriaMansell relata choque em morte de Villeneuve, mas critica segurança da F1 atual; entenda

Mas Marko, consultor da Red Bull, não gostou nada disso, e falou com tom de ironia sobre o teste da rival à revista austríaca Speedweek.

"Foi um grande feito da organização em Spielberg que eles tenham alugado a pista para uma equipe rival", disse Marko. "Vamos dizer apenas que foi um gesto generoso".

No primeiro dia de testes da Renault, que foi realizado com o carro de 2018, o R.S.18, quem comandou a ação foi o australiano Daniel Ricciardo, que conseguiu completar 115 voltas, totalizando cerca de 500 km percorridos. Na quarta-feira, será a vez de Esteban Ocon assumir a direção do carro.

VÍDEO: Live com Ricardo Penteado: histórias com Nelsinho, Alonso, Kubica e mais...

PODCAST: Massa revela 'causos' hilários com Schumi, Kimi, Leclerc e cia

Your browser does not support the audio element.

Leia também