Mark Hunt não suporta ritmo de Overeem e desaba; Rashad estreia nos médios com derrota

Rigel Salazar

O duelo entre os campeões do K-1 (torneio de kickboxing) abriu o card principal do UFC 209 e garantiu uma verdadeira montanha russa de emoções para a plateia presente no ginásio. Com estilos de jogo e biotipos diferentes, Alistair Overeem e Mark Hunt trocaram golpes por três rounds até que um deles beijou a lona. E quem levou a pior foi o neozelandês.

Aos 42 anos e sem lutar desde julho do ano passado, Hunt sentiu o gás e não aguentou impor o ritmo necessário para pressionar o holandês pelo tempo necessário. Disposto a buscar o jogo na curta distância, Hunt caminhou para frente e buscou socos cruzados e chutes no corpo, enquanto que o rival trabalhava na longa distância com jabs e diretos e com joelhadas no clinche.

Dinâmica interessante e rica em técnica, mas que exigiu preparo físico e poder de absorção dos envolvidos. E justamente por isso o veterano caiu de rendimento na etapa final e, já sem pressão nos golpes, se tornou vítima no clinche, quando recebeu duas precisas joelhadas que o deixaram desacordado no tablado.

Reestreia com derrota

Sem vencer desde novembro de 2013, o ex-campeão meio-pesado (93 kg) do UFC Rashad Evans fez sua estreia como peso-médio (84 kg) diante do australiano Dan Kelly e mostrou que apesar de não ser mais o mesmo, sua experiência ainda é capaz de garantir um bom espetáculo.

Aos 37 anos, o veterano, que venceu o TUF 2 como peso-pesado, alternou golpes na longa distância com tentativas de quedas e, mesmo levando a desvantagem no clinche, não se intimidou com o volume de golpes do rival. No entanto, a pressão que ele tentou impor não foi o bastante.

Mais alto, Kelly encontrou golpes precisos nas saídas dos clinches e balançou o ex-campeão em duas oportunidades. Alem disso, dois golpes baixos acusados pelo australiano, que não chegaram a custar pontos negativos para Evans, podem ter garantido a diferença mínima para os jurados que deram vitória por decisão dividida para o azarão.

Acompanhe os resultados do UFC 209:

Dan Kelly venceu Rashad Evans por decisão dividida;
Cynthia Calvillo finalizou Amanda Cooper no 1º assalto;
Alistair Overeem nocauteou Mark Hunt no 3º round;
Marcin Tybura nocauteou Luis Henrique ‘KLB’ no 3º round;
Darren Elkins nocauteou Mirsad Bektić no 3º round;
Iuri ‘Marajó’ Alcântara
finalizou Luke Sanders no 2º round;
Mark Godbeer venceu Daniel Spitz por decisão unânime;
Tyson Pedro nocauteou Paul Craig no 1º round;
Albert Morales venceu Andre Soukhamthath por decisão dividida.