Mario revela proposta da Europa por Caio Henrique e dispara: 'Não tenho como concorrer'

Joel Silva
LANCE!
Mário Bittencourt se esforça para manter os jogadores, mas sabe que é difícil (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Mário Bittencourt se esforça para manter os jogadores, mas sabe que é difícil (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)


O Fluminense vem se esforçando bastante para manter os jogadores com vínculo até o fim do mês. Dentre os atletas estão Allan e Caio Henrique, que estão sendo tratados como reforços de peso, tanto para a diretoria, quanto para os torcedores. No entanto, as negociações estão complicadas, principalmente com o titular da lateral-esquerda. O presidente Mário Bittencourt revelou que o Atlético de Madrid recebeu uma proposta pelo jogador.

- O Deco é o empresário dele e conversamos diariamente. Estava no WhatsApp conversando com o Caio Henrique, que chegou ao Brasil e segue na luta para ficar aqui. Só que ele tem vínculo com o Atlético de Madrid. O que nos foi informado é de que eles receberam uma proposta da Europa pelo jogador de 12 milhões de euros e eu não tenho como concorrer em hipótese nenhuma - revelou o presidente, que completou.

- Se houver uma possibilidade a nível Brasil, como por exemplo a gente comprar parte do jogador e a outra parte dos direitos ficarem lá ou se eles quiserem um novo empréstimo por um valor até alto, mas em razão da nossa vontade, faríamos um esforço para mantê-lo. Essas são as nossas situações - comentou.

Quanto ao volante, Mário Bittencourt se mostrou um pouco mais confiante, porém revelou que um novo empréstimo está descartado por parte do Liverpool. Para manter Allan, o Fluminense vai ter que adquirir o jogador.

- No caso do Allan, a situação está mais acessível para nós. O Liverpool não demonstra interesse em renovar o empréstimo, só em vender o atleta. Já começamos a conversar sobre uma forma, dentro das possibilidades do Fluminense. Se a gente for falar de valores da Europa, não chegamos nem perto - disse o mandatário, que aproveitou para fazer um desabafo.

- O que chateia no futebol é que a gente está tudo em dia e tem alguns clubes que estão com os salários atrasados e fizeram propostas para comprar os meus jogadores. Aí a concorrência é desleal. Eu poderia não pagar os atletas e tentar comprar os atletas, mas eu não faço isso - desabafou.

Apesar das dificuldades, os jogadores demonstraram o interesse em permanecer. O presidente afirmou que as bases salariais oferecidas pelo clube já foram aceitas pelos atletas.

- A determinação é que os atletas retornem para os seus clubes. Eu enviei, oito a nove comunicados aos clubes, dizendo que eu sigo com o interesse nos jogadores. As propostas salariais já foram feitas aos jogadores e ambos aceitaram, só que eu dependo dos clubes - disse.

Além de Caio Henrique e Allan, outros jogadores também negociam a permanência no Fluminense e o presidente Mário Bittencourt detalhou como estão as tratativas:

Gilberto (emprestado pelo Fiorentina)
- Está 95% certo, só falta trocar documentos. Tínhamos uma opção de compra em um valor altíssimo e conseguimos adquirir 50% do jogador por bem menos do que 10% da opção de compra. Então foi um valor bem pequeno. Estamos negociando tempo de contrato, deve ser dois anos ou dois anos e meio, não deve passar disso.

Digão (emprestado pelo Cruzeiro)
- Temos uma proposta para que ele venha para o Fluminense em definitivo. Um novo empréstimo não está nos nossos planos. Ele está negociando para vir e o Cruzeiro ficaria com um pedaço.

Yuri (emprestado pelo Santos)
- Está vindo gratuitamente. Fluminense não tinha nada dele e está adquirindo. Ainda estamos em negociações, 50% ou 40%, sem botar um real. O jogador viria em definitivo e o Santos e o Audax ficariam com um pedaço do atleta, que é deles.

Evanilson (com contrato até fevereiro)
- Estamos caminhando bem, mas como vocês sabem, o Fluminense não tem mais nada a fazer a não ser ouvir a proposta do jogador e seus representantes, porque o contrato dele se encerra em fevereiro e não quis fazer a renovação antes de acabar o ano.





























Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também