Marinho valoriza apoio da torcida do Santos e fala como um dos líderes do elenco

·1 minuto de leitura


O Santos empatou em 1 a 1 com o São Paulo nesta quinta-feira (7), no Morumbi, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Titular da equipe, Marinho jogou longe do gol e não teve nenhuma grande chance de balançar as redes.

Após o término do confronto, o atacante falou com o Première sobre o desempenho do Peixe e valorizou o apoio da torcida no CT Rei Pelé antes da viagem para São Paulo.

"Sabíamos que seria um jogo difícil. Viemos para vencer, temos que somar pontos nessa fase do campeonato. A torcida nos incentivou, apoiou, e o que podemos fazer é mostrar que estamos juntos com a torcida. Vamos precisar deles", disse o jogador.

Marinho terminou a partida como capitão do Santos. No final, o jogador aproveitou a oportunidade para esclarecer sobre as entrevistas pós jogo. Segundo ele, a escolha do entrevistado é feita internamente pelo clube, não são os jogadores que se omitem dos microfones.

"O Santos é muito grande para estarmos nessa situação. Torcedor cobra com razão. Temos uma norma que as pessoas escolhem quem vai falar aqui. Escolhem lá e escolheram o Velázquez. Os líderes colocam a cara para bater também. E podemos fazer muito mais", comentou o atacante, que disse estar focado no Santos. Após especulações sobre uma possível saída, Marinho garantiu que seguirá seu contrato com o Peixe até o final - o vínculo do atacante com o clube termina só em dezembro de 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos