Marido do suposto namorado de Gugu entra com divórcio litigioso de Thiago Salvático

Yahoo Vida e Estilo
Guilherme Stangherlin afirma ter sido casado com Thiago Salvático, o suposto namorado de Gugu, por cinco anos (reprodução / instagram @gui_bequeto e @salvatico.thiago)
Guilherme Stangherlin afirma ter sido casado com Thiago Salvático, o suposto namorado de Gugu, por cinco anos (reprodução / instagram @gui_bequeto e @salvatico.thiago)

O imbróglio do espólio bilionário de Gugu Liberto está cada dia mais conflituoso. Nesta segunda-feira (15) Leo Dias deu nome e rosto ao marido de Tiago Salvático, o suposto namorado do apresentador que desistiu de ter uma união estável com o apresentador reconhecido.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários.

Juntos há cinco anos, Guilherme Stangherlin, pediu a separação do cozinheiro em maio deste anos após ele descobrir que era possivelmente traído por Gugu Liberato. Jeziane Pereira, a advogada de Guilherme, confirmou a separação.

Leia também

“Durante a união estável, quando o casal de forma onerosa adquire bens, mesmo que esses bens estejam apenas em nome de um dos companheiros, e um deles decide pôr fim à união, é necessário que haja um reconhecimento e uma dissolução com a devida partilha, podendo ser feita de forma administrativa/amigável ou judicial/litigiosa”, disse a profissional ao colunista.

Enquanto Thiago, que pedia parte dos bens adquiridos por Gugu nos últimos seis anos de vida do apresentador, Guilherme quer a divisão dos bens adquiridos nos cinco anos que estiveram juntos.

Rose Miriam di Matteo, mãe dos três filhos de Gugu, ainda pleiteia em juízo o reconhecimento de uma união estável com o apresentador após ele a deixar fora da divisão de bens. Os filhos ficaram com 75% dos quase 1 bilhão de bens e os outros 25% foram divididos entre cinco sobrinhos de Liberato, além de uma pensão vitalícia para sua mãe.

Leia também