Após anorexia, Mariana Goldfarb diz que dividir a mesa com Cauã é "sagrado"

Giselle de Almeida
·2 minuto de leitura
Mariana Goldfarb. Foto: reprodução/Instagram/marianagoldfarb
Mariana Goldfarb. Foto: reprodução/Instagram/marianagoldfarb

Resumo da notícia

  • Mariana Goldfarb, que já superou anorexia e bulimia, lançou e-book com receitas de família

  • A modelo refletiu sobre os malefícios dos distúrbios alimentares para sua saúde

  • Ela também contou que gosta de dividir as refeições com o marido, Cauã Reymond

Houve um tempo na vida de Mariana Goldfarb que comer não era sinônimo de prazer. A modelo, que já superou a anorexia e a bulimia, hoje encara esse momento de outra forma. Autora do recém-lançado e-book “Temperos da vida”, um diário gastronômico com receitas de família, no qual conta como ressignificou a alimentação, a modelo diz que dividir a mesa com o marido, Cauã Reymond, tem sido "um momento sagrado" na quarentena.

"A gente ama comer junto. É gostoso estar conseguindo dividir as refeições de novo. Também conversamos e meditamos juntos. Está sendo um momento rico de intensa troca e amizade", afirmou à revista "Ela", do jornal "O Globo".

Leia também:

Namorado de Mariana na época em que ela ainda não tinha atentado para os distúrbios alimentares, o ator foi um dos que chamaram sua atenção para o problema, juntamente com familiares e amigos. Durante quase um ano, ela só comia peixe. 

Hoje a modelo tem bastante consciência do quanto isso foi prejudicial para sua saúde e usa sua visibilidade para alertar outras mulheres sobre o perigo de cometer excessos para se encaixar em um padrão. Além de trabalhar essas questões na terapia, ela cursa a faculdade de Nutrição.

"Não me via tão magra. E nunca tinha recebido tantos elogios e convites para campanhas quando naquela época em que estava esquálida. Era um ciclo vicioso: eu alimentava as redes e as redes me alimentavam. Um ciclo tóxico e doentio fora do saudável para todos", afirmou ela, que começou na profissão aos 17 anos.