Marcus Thuram é suspenso por seis jogos por cuspir em jogador do Hoffenheim

·1 minuto de leitura
O atacante francês Marcus Thuram foi expulso por cuspir em um jogador do Hoffenheim, em 19 de dezembro de 2020 em Möchengladbach

O atacante francês Marcus Thuram foi punido por seis jogos nesta segunda-feira, cinco deles a serem cumpridos imediatamente, por conta da cusparada que deu em um adversário, anunciou a Federação Alemã de Futebol (DFB) em um comunicado.

O jogador, filho do ex-campeão mundial Lilian Thuram, cuspiu em Stefan Posch durante uma partida de seu clube, o Borussia Mönchengladbach, contra o Hoffenheim (1-2), no último sábado.

O francês recebeu cartão vermelho, na sequência, após uma revisão do VAR.

Além disso, Thuram terá de pagar uma multa de 40.000 euros, disse a DFB, somada à penalização de 150.000 euros infligida pelo clube ao jogador, que pediu perdão.

Na ocasião, o jogador se desculpou em sua conta no Instagram, dizendo que aceitaria "todas as consequências" de seu gesto.

"O que aconteceu não corresponde ao meu temperamento e nunca deveria ter acontecido. Reagi mal diante de um adversário", explicou, voltando a afirmar que foi um "acidente".

"Peço desculpas a todos, Stefan Posch, meus adversários, meus companheiros de equipe e minha família", acrescentou Thuram, que segundo seu diretor esportivo ficou "arrasado" depois do que aconteceu.

fcz/yap/iga/gh/aam