Marcos Senna relembra como Luxemburgo influenciou sua saída do Corinthians: 'Fiquei P da vida'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O "Resenha ESPN" inédito desta semana recebe Marcos Senna. O ex-jogador de Corinthians, Juventude e São Caetano, falou sobre suas passagens pelos clubes brasileiros e a naturalização para jogar pela seleção da Espanha. O programa apresentado por André Plihal, com participações de Fábio Luciano, Amoroso e Djalminha, será destaque da programação do canal ESPN Brasil nesta sexta-feira, a partir das 22h.

> Confira a classificação atualizada do Brasileirão 2021 e simule as rodadas!

+ Conheça o novo app do LANCE! e fique por dentro dos resultados e notícias!

Campeão Brasileiro e Mundial com o Corinthians ao lado de Fábio Luciano, Marcos Senna também brilhou no Brasil com a camisa do São Caetano, quando foi finalista da Copa Libertadores com a equipe do ABC. Em 2002, o jogador então se transferiu para o Villarreal, onde se tornou ídolo da equipe e ganhou credenciais para jogar na seleção espanhola, vencendo a Eurocopa em 2008.

- Foram dois anos magníficos no Corinthians, de 99 até 2001. Aí veio a famosa lista do Luxemburgo. Aquilo me pegou totalmente de surpresa. Meu empresário já tinha conversado com o clube e eu ia renovar por dois anos. Já estava tudo certo - contou o ex-atleta sobre sua saída do Corinthians.

- Antes da gente viajar para a pré-temporada, avisaram que um pessoal ia ter que ficar e começaram a falar os nomes. O meu estava na lista. Obviamente, na hora, eu fiquei P da vida, totalmente surpreendido, mas depois tive uma passagem pelo Juventude, fui para o São Caetano e chegamos àquela final de Libertadores, foi quando o Villarreal me contratou em 2002 - relembrou Marcos Senna.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos