Marcos Rocha relembra trajetória e comemora 200 jogos com a camisa do Palmeiras

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Marcos Rocha atingiu a marca de 200 jogos com a camisa do Palmeiras (Foto: Cesar Greco/SE Palmeiras)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Na vitória do Palmeiras sobre a Juazeirense-BA por 2 a 1 na noite deste sábado (30), pela terceira fase da Copa do Brasil, Marcos Rocha atingiu a marca expressiva de 200 jogos com a camisa do clube alviverde.

GALERIA

> Confira quantos minutos cada jogador do Verdão esteve em campo neste ano

TABELA

> Clique aqui e confira a tabela completa e simulador da Copa do Brasil!

Décimo lateral com mais jogos na história do Verdão, a estreia do jogador aconteceu em 18 de janeiro de 2018. Na ocasião, vitória palestrina por 3 a 0 sobre o Novorizontino pelo Campeonato Paulista.

- Bastante feliz por atingir essa marca de 200 jogos. Desde 2018, quando cheguei ao Palmeiras, eu tinha o objetivo de jogar o maior número de jogos possível e conquistar títulos. Graças a Deus e ao apoio desse grupo incrível, pude alcançar essa marca. Agora almejo coisas boas, poder conquistar mais títulos e jogar mais. Espero que isso possa acontecer - celebrou o lateral.

Titular em 190 oportunidades deste número emblemático, Marcos Rocha acumula recordes pelo Palmeiras. Trata-se da terceira colocação em jogos do elenco atual, em assistências (23) e em passes para gol no Allianz Parque (14), além de ter sete tentos marcados.

Foram sete títulos conquistados pelo atleta no Alviverde, sendo duas Libertadores consecutivas (2020 e 2021), o Brasileirão de 2018, o Paulistão e a Copa do Brasil de 2020. Além do estadual e da Recopa Sul-Americana na atual temporada.

Marcos Rocha fez questão de relembrar toda sua trajetória até a marca de 200 jogos no clube e disse ter vivido altos e baixos para se consolidar de fato na equipe palmeirense.

- Foi difícil. Na minha chegada, tinha 12 anos de Atlético-MG, perto da minha família em Minas Gerais, perto de casa. Tinha todo o conforto e tranquilidade. Vir para São Paulo, jogar no Palmeiras com pressão e cobrança foi difícil. Mas eu tive o apoio, principalmente do Felipe Melo, que quando eu cheguei foi o cara que me abraçou. Um cara cascudo e experiente, que tinha o respeito grande do torcedor. Isso facilitou minha adaptação. Todo ano a torcida pedia para contratar um lateral direito. Isso me deixava um pouco triste, porque vinha tentando fazer o melhor. Mesmo vivendo altos e baixos, consegui superar essa desconfiança e conquistar títulos - concluiu.

Em 2022 foram 17 jogos e 2 assistências, onde é vice-líder no quesito nesta temporada. Recentemente, o atleta ultrapassou a marca de 600 jogos em sua carreira profissional e renovou contrato com o Palmeiras até o final de 2023.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos