Marcos Rocha provoca Cruzeiro após empate: "é sempre assim, quando não ganha dentro de casa, reclama do juiz"

Lateral-direito volta a brilhar pelo Atlético-MG e é peça fundamental na vitória sobre o Cruzeiro e na conquista estadual

Bom jogo, emoção e polêmica. Atlético-MG e Cruzeiro não saíram do 0 a 0 na tarde deste domingo (30), no jogo de ida da final do Campeonato Mineiro. Os dois times criaram oportunidades, sendo as melhores pelo lado alvinegro, apesar da Raposa, no geral, ter sido melhor na partida.

No entanto, o lado azul também reclamou da arbitragem, dizendo que Gabriel deveria ter sido expulso por falta em Elber, no fim da partida, quando o meia celeste puxava contra-ataque. Alguns concordam, outros não. Marcos Rocha, lateral-direito atleticano, é um dos que não concorda, e aproveitou para provocar o rival.

"Ele errou pra nós e pra eles. Duas vezes foram escanteio pra gente e o juiz não assumiu a responsabilidade e deu tiro de meta. A gente deixou o juiz apitar. É sempre assim, quando não ganha dentro de casa, reclama do juiz", cornetou o jogador, que também elogiou o Galo e falou sobre a estratégia da equipe na partida.

"Tivemos boas chances de fazer o gol. Um cruzamento pra trás que o Elias chutou pra fora, um domínio do Fred ali que se tivesse acertado a gente teria aberto o placar, e no finalzinho também, no lance em que ele girou pra cima do zagueiro. Saímos com 50% de chance de ser campeão. Temos a vantagem, jogamos em cima dela, e agora, no Independência, espero que a nossa torcida possa nos apoiar como fez hoje. Dentro de campo vamos dar a resposta, tentar a vitória e ser campeão mais uma vez", completou.

Com o resultado, o Atlético-MG tem a vantagem de empatar a partida de volta, no próximo domingo, no Independência, para se sagrar campeão mineiro.

Leia também