Marcos Paulo e Hudson aproveitam a chance e indicam Flu ideal para Odair

Joel Silva
LANCE!


Novidades na escalação do Fluminense na goleada sobre o Madureira por 5 a 1, Marcos Paulo e Hudson aproveitaram bem a oportunidade e aumentaram ainda mais a dor de cabeça do técnico Odair Hellmann. A cria de Xerém, que já tinha marcado na vitória sobre o Moto Club-MA, voltou a ser titular no domingo e se reafirmou no time com dois gols e uma assistência.

Apesar de ter entrado na vaga de Fernando Pacheco, o atacante fez a função de Nenê, que foi poupado da partida, flutuando pelo meio e o ataque, sem tantas atribuições defensivas. Com o retorno do veterano, a tendência é que Marcos Paulo seja deslocado para o lado direito do campo, já que Wellington Silva se destacou bastante pela esquerda, podendo ser mantido na posição.

Já Hudson, que também balançou as redes, não tem lugar garantido, mas conseguiu se destacar, mesmo com o tempo de inatividade. O volante não jogava desde o empate em 1 a 1 com o Unión La Calera, no Maracanã, pela Copa Sul-Americana. Desde então, amargou o banco nas últimas três partidas. Com a boa atuação, o jogador espera retomar a titularidade.

- É uma briga sadia, que tem que ter em um clube grande como o Fluminense. No futebol a gente tem que cavar a nossa vaga em todo o jogo, independentemente de qualquer coisa. A gente é cobrado jogo a jogo. Cada partida é uma história e não seria diferente. Eu tinha que mostrar serviço, estava tendo a oportunidade.

TABELA
Confira a classificação da Taça Rio



Hudson perdeu a posição para Yuri, após cumprir suspensão no clássico contra o Botafogo, no qual o Tricolor venceu por 3 a 0. O argumento de Odair Hellmann na ocasião era dar conjunto ao time, tirando como parâmetro a ótima atuação. Caso repita o critério, o volante pode ganhar a vaga de Henrique, que foi poupado do duelo com o Madureira. Pela declaração do treinador, essa possibilidade pode acontecer, tendo em vista o pouco tempo de preparação.

- Todas as 11 posições estão abertas para quarta-feira. Eu tive 15 minutos para trabalhar a equipe para o jogo contra o Madureira, porque voltamos do jogo no Maranhão, pensamos, visualizamos, mas treinamos apenas no sábado de manhã. É o que vai acontecer de novo. Jogadores que jogaram estão em recuperação. Então terça-feira eu terei 20 minutos para posicionar a equipe que enfrenta o Botafogo-PB. Claro que temos algumas ideias, mas vamos fazer observações para tomar as decisões em prol do Fluminense e em busca do objetivo.

O Tricolor treina na manhã desta segunda-feira, no CT Carlos Castilho, visando o importante compromisso pela Copa do Brasil. Na quarta-feira, o Fluminense enfrenta o Botafogo-PB, no Maracanã, pela segunda fase da competição. Não há vantagem e caso o jogo termine empatado, a decisão vai para os pênaltis.














Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também