Marcos Herrmann deixa o cargo de vice-presidente de futebol do Grêmio

·1 minuto de leitura


Acabou a passagem de Marcos Herrmann como vice-presidente de futebol do Grêmio. Na noite desta quarta-feira, após mais uma derrota do Tricolor no Brasileirão, o dirigente entregou o seu cargo.

+ Veja no aplicativo do LANCE! o resultado dos jogos da rodada

No discurso de despedida, ele explicou o motivo da decisão e mostrou confiança na recuperação do time.

‘Me demito do cargo de vice de futebol. É importante que a gente respire ares novos, crie um novo fato, e toque a vida adiante’, afirmou, antes de completar:

‘Em nome da diretoria, peço desculpas pela campanha que estamos fazendo. Trabalhamos duramente, mas o resultado não aparece. Hoje fomos prejudicados pelos desfalques. Farei um apelo para que acreditemos que é perfeitamente possível sair desta situação. Nos faltam 14 partidas e estamos cinco pontos atrás do primeiro que não cai. Em 2003 faltavam 11 rodadas e faltavam 10 pontos de diferença, e saímos’.

Vale citar, que Marcos Herrmann chegou ao Tricolor na reta final de abril e durou pouco mais de cinco meses.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos