Marcos Braz, vice-presidente do Flamengo, pede desculpa por palavrão em coletiva

·1 minuto de leitura


O vice-presidente do Flamengo, Marcos Braz, através das redes sociais, se desculpou por falar um palavrão ao vivo em coletiva após a apresentação de Kenedy, nesta sexta-feira, em Santos. O dirigente ressaltou que sempre toma cuidado com as palavras, mas, de acordo com ele, uma pessoa que atendeu o telefone "falando alto" o atrapalhou.

> Nova camisa 3 do Flamengo lançada! Veja galeria de fotos com o uniforme

- Sempre tenho cuidado com as palavras, me preparo muito para as entrevistas para manter o foco e não desconcentrar. Uma pessoa atendeu ao telefone falando alto e me atrapalhou. Nada mais do que isso. Queria pedir desculpas pelo palavrão - publicou Marcos Braz.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Nesta manhã, o Flamengo apresentou o atacante Kenedy, que chegou do Chelsea por empréstimo de um ano, após pagamento de 3 milhões de euros. Na sequência, o vice-presidente Marcos Braz, ao lado de Bruno Spindel, diretor de futebol do clube, concederam entrevista coletiva aos jornalistas.

> Veja a tabela do Campeonato Brasileiro

Na penúltima pergunta, Braz respondia sobre as condições do gramado do Maracanã. Durante a resposta, o dirigente ficou irritado e disse "pede para parar de falar aí, porra, está me atrapalhando". No momento, não havia ficado claro o que tinha acontecido até a explicação do próprio VP nas redes sociais.

O Flamengo volta a campo neste sábado, às 19h, contra o Santos, na Vila Belmiro, em partida válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo terá transmissão em tempo real do LANCE!.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos