Marcos Braz 'respeita, mas lamenta' posturas de Botafogo e Fluminense e opina sobre a volta do Carioca


Com um mês e meio de atividades retomadas no Ninho do Urubu, o Flamengo iniciou esta semana com uma entrevista coletiva. Marcos Braz, vice-presidente de futebol do clube, foi à sala de imprensa e esclareceu questões atreladas ao Campeonato Carioca e às posturas de Fluminense e Botafogo, que divergem em relação ao retorno do Estadual este mês.

> Confira a tabela do Campeonato Carioca

Em entrevista coletiva à FLA TV, com perguntas enviadas por jornalistas, virtualmente, Braz afirmou não ver "muito problema, não" em meio a indecisões de datas do Carioca e imbróglios com a Prefeitura e outros clubes.

- Evidente que o cenário que estamos hoje não é o que gostaríamos. A pandemia é uma doença nova, os médicos estão aprendendo, e estamos fazendo um monte de adequação. Isso não deixaria de passar pelo retorno do futebol, pelos questionamentos - disse, emendando:

- Estamos em uma sequência de bons treinamentos, mas não vejo muito problema, não. É o que se tem. O Flamengo não pode ficar na inércia de parar tudo para ver o que vai acontecer.



Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Braz também realçou que não vê esta edição com uma "mancha" caso se encerre com segurança. Sobre os posicionamentos de Fluminense e Botafogo, que retornaram aos treinos na última sexta e sábado, respectivamente, pregou respeito, mas lamentou:

- O Flamengo tem a posição dele, a maneira de pensar e de agir. Sobre Botafogo e Fluminense, tem que perguntar para o vice-presidente de lá. A única coisa que eu acho é que no dia que paramos por segurança e contribuição da sociedade, no outro dia estávamos pensando em saber como voltaríamos. O que não quer dizer que seríamos irresponsáveis. Fluminense e Botafogo não querem entrar em campo. Respeito, mas lamento. Seguro mesmo 100%, só quando tiver a vacina ou um remédio.


Marcos Braz - Flamengo
Marcos Braz - Flamengo

Marcos Braz falou sobre a retomada do futebol no Rio de Janeiro (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)


Leia também