Marcos Braz pede desculpas à torcida do Flamengo e fala sobre Renato Gaúcho: 'Com calma, vamos tomar as decisões'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Renato Gaúcho
    Futebolista brasileiro


No dia seguinte à derrota para o Palmeiras, na decisão da Libertadores em Montevidéu, a delegação do Flamengo desembarcou no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, no inicio da manhã deste domingo. Marcos Braz, vice-presidente de futebol do clube, foi o único a atender a imprensa no local.

Com a iminente saída de Renato, Flamengo pode voltar a olhar para a Europa como solução; entenda

Além de pedir desculpas à torcida pelo resultado, o dirigente falou sobre o futuro de Renato Gaúcho no clube, reforçando que o técnico tem contrato até o fim da temporada, mas que decisões no departamento de futebol podem ser tomadas a partir desta segunda-feira, quando o elenco se reapresenta no CT.

- Já tem treinamento marcado. Tem uma programação feita. Não foi o resultado que a gente queria, não foi o que a gente esperava. Mas é vida que segue, temos que se recompor. Fazer os ajustes que tem que fazer, com calma. Faltam pouquíssimos jogos para o final do Campeonato Brasileiro. Jogos importantes, alguns pontos a disputar, que acabe com dignidade o Brasileiro, que é o que a gente quer fazer. E para mostrar também a grandeza do Flamengo - disse.

- Em relação a Montevidéu, foi o que eu falei: não foi o que a gente esperava, o que a gente queria. Mas a gente tem que chegar, ter força e tranquilidade para seguir. Em relação ao técnico, chegamos agora. Tivemos um atraso de 3 horas, estamos todos virados, mas não deixei de atender a imprensa, com calma. Na segunda-feira vamos tocar a vida. Isso não quer dizer que não vá seguir. Temos uma programação a ser feita e, na segunda-feira, começamos a decidir alguns pontos que entendemos que possam ser feitas correções - completou Braz.

Renato Gaúcho já adotou um tom de despedida. O treinador do Flamengo chorou no vestiário após a derrota para o Palmeiras, por 2 a 1, no Centenário, em Montevidéu, que culminou no título da Libertadores para o adversário.

- -Não tem decisão. Estamos todos virados aqui. Eu estaria aqui com o Flamengo campeão, e tinha que vir aqui nesse resultado também. Na segunda-feira, com calma, vamos fazer as coisas que temos que fazer. O que posso dizer é que o Renato tem contrato até 31 de dezembro. Com calma, vamos tomar as decisões que precisam ser tomadas. Peço desculpas à torcida, principalmente a quem fez o esforço de ir para Montevidéu. Não era o que queríamos, mas temos que tocar a vida - finalizou o VP de futebol, no Aeroporto do Galeão.

Sem contato com a imprensa ou torcedores, os jogadores terão o resto do domingo de folga, e se reapresentam nesta segunda-feira, no Ninho do Urubu. Na terça, a equipe recebe o Ceará, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos