Marcinho terá de prestar depoimento segunda-feira sobre atropelamento; lateral se manifesta sobre caso

LANCE!
·2 minuto de leitura


O ex-jogador do Botafogo, Marcinho, é aguardado pela Polícia para prestar depoimento nesta segunda-feira para prestar depoimento sobre a suspeita de que esteja envolvido no atropelamento de um casal que aconteceu na última quarta-feira. De acordo com informações do "Globo Esporte", o advogado do lateral-direito entrou em contato com a 42ª DP (no Recreio dos Bandeirantes), que investiga o caso, para agendar a ida do atleta à delegacia.

O jogador de 24 anos se manifestou pela primeira vez sobre o caso nesta sexta-feira. Em nota enviada por sua assessoria de imprensa, Marcinho destacou que "está dando suporte a todos os envolvidos". Além disto, seu pai, Sérgio de Oliveira, prestará depoimento às autoridades sobre o caso:

"A família do atleta sente muito pelo ocorrido e está dando todo suporte necessário aos envolvidos. O pai do lateral, Sérgio de Oliveira, prestará depoimento, assim como o atleta, durante os próximos dias, de forma exclusiva às autoridades"

Marcinho, que está sem vínculo com o Botafogo desde o dia 31 de dezembro de 2020, é suspeito de ser o motorista do carro que atingiu Maria Cristina José Soares e Alexandre Silva de Lima e, em seguida, fugiu sem prestar socorro às vítimas. O episódio aconteceu no Recreio dos Bandeirantes, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Alexandre morreu no local, enquanto Maria Cristina foi encaminhada ao Hospital Municipal Lourenço Jorge e atualmente está em estado grave.

Na noite da última quarta-feira, a Polícia fez perícia no veículo de Marcinho, um modelo Mini Cooper. Após a perícia, um guincho da seguradora rebocou o carro até a garagem da casa de Sergio, fato que fez com que os policiais passassem a tratar o jogador como suspeito.

Dois peritos da Polícia Civil ficaram responsáveis por uma perícia mais completa, que incluirá a parte interior do veículo. A primeira, ainda na noite de quarta-feira, aconteceu no momento em que foi encontrado, mas somente pela parte de fora. Alexandre Silva de Lima será sepultado nesta sexta-feira, no cemitério Jardim da Saudade, no Rio de Janeiro.