Marcelo Chamusca, técnico do Botafogo, se reúne com staff e prega união entre os setores do clube

LANCE!
·2 minuto de leitura


Após a vitória sobre o São Paulo, o novo técnico do Botafogo, Marcelo Chamusca, foi apresentado ao staff e à comissão técnica pelo diretor de futebol Eduardo Freeland, e ao lado do seu auxiliar Caio Autuori, pregou a união entre os setores do clube. Ele também elogiou os profissionais ao dizer que eles são "heróis invisíveis" e disse que está disposto a sempre ouvi-los durante o trabalho diário.

> Confira e simule a classificação do Campeonato Brasileiro


- Por onde passo costumo dizer que vocês são os heróis invisíveis no trabalho. Podem não ter tanta visibilidade, mas são extremamente importantes para o sucesso de uma trajetória. A porta da minha sala vai estar sempre aberta para receber cada um em qualquer situação - disse Chamusca aos profissionais do clube.

Na segunda, antes da partida no Nilton Santos, o novo comandante foi apresentado oficialmente e comentou sobre o grande desafio de treinar o time da Estrela Solitária no momento de reconstrução e com o objetivo de voltar à elite do futebol brasileiro no final de 2021.

> Confira mais notícias sobre o Botafogo

- O desafio é imenso e a visibilidade é proporcional. O que me motiva é esse momento de reestruturação. Estou chegando em um momento importante do clube, e temos condição de agregar nesse momento. Queremos fazer uma grande temporada para fazer o Botafogo voltar a vencer e dar alegrias ao torcedor. Esse é o objetivo do futebol declarou o treinador em sua apresentação à torcida.

Na última rodada do Brasileirão, o Glorioso visita o Ceará, na quinta-feira, às 21h30, no Castelão. Já rebaixado, o clube carioca segue planejando a temporada 2021. Chamusca não comandará a equipe, que terá novamente o auxiliar permanente Lúcio Flávio à beira do campo. O novo treinador viajará com a delegação e tem feito reuniões internas para organizar a nova temporada, que se inicia em março.