Marcelo Chamusca, após seis partidas, é demitido do comando técnico no Náutico

·1 minuto de leitura


Quase tão rápido quanto o processo de mudança anterior no comando técnico do Náutico na saída de Hélio dos Anjos para a chegada de Marcelo Chamusca foi, justamente, a passagem do até a manhã desta quarta-feira (22) treinador da equipe.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Em comunicado emitido pelo Timbu nos seus canais oficiais, a demissão do técnico foi oficializada depois de apenas seis compromissos sob sua direção, tendo ele sido anunciado no dia 19 de agosto. Ou seja, um ciclo de 33 dias de duração.

Além da vitória na estreia, contra o CSA, Chamusca acumulou dois empates (Vitória e Guarani) e três reveses seguidos (Vila Nova, Botafogo e Londrina), fator que certamente pesou bastante na decisão da diretoria alvirrubra em encerrar o trabalho.

- O Clube Náutico Capibaribe informa que Marcelo Chamusca não é mais técnico do Náutico. A saída foi selada nesta quarta-feira e em comum acordo. Também deixam os Aflitos o auxiliar Caio Autuori e o preparador físico Roger Gouveia. Agradecemos a todos os serviços prestados e desejamos sucesso na sequência da carreira - informou a entidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos