Marcelo 32 anos: meia vida no Real Madrid e um futuro incerto

Goal.com

Feliz aniversário, Marcelo! O lateral brasileiro completou neste dia 11 de maio seus 32 anos de vida. Veterano no Real Madrid mas sem perder o sorriso de quando chegou à Madri com apenas 18 anos. Quase metade de sua vida foi no clube merengue, onde se tornou o segundo estrangeiro com mais jogos, perdendo somente para Roberto Carlos.

Neste período defendendo o clube merengue, Marcelo se converteu no terceiro jogador na história do clube com mais títulos. Ele venceu tudo o que disputou: quatro Liga dos Campeões, quatra LaLigas, duas Copas do Rei, três Supercopas da Europa, quatro Supercopas da Espanha e quatro Mundiais de Clubes.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Marcelo no... Sevilla?

Isso quase aconteceu antes do brasileiro acertar com o Real. Monchi, diretor esportivo do Sevilla, gostava muito do lateral e queria contratá-lo em 2006, quando Marcelo ainda jogava pelo Fluminense. Na época, Daniel Alves era uma das estrelas do elenco do time.

Mas o carioca escolheu o Santiago Bernabéu: "Sevilla o tinha como uma das opções, mas ele fechou com o Real Madrid nos últimos momentos. Marcelo teve que chegar à Madri, porque não havia voo direto para Sevilha. E o Real é muito mais poderoso que nós", disse Monchi à ESPN.

Futuro incerto e desejo de fazer ainda mais história

Marcelo não tem vivido anos fáceis no Real Madrid. Convivendo cada vez mais com as críticas, o brasileiro deixou de ser unanimidade no time de Zinedine Zidane, que por muitas vezes o deixou no banco para que Ferland Mendy atuasse. O Real ainda conta com outras opções para o futuro, como Reguilón, emprestado ao Sevilla e que causou uma boa impressão ao longo da temporada.

O brasileiro é um jogador caro, que ganha muito. Poucos clubes no mundo podem, atualmente, bancar um salário como o dele, principalmente após a crise do coronavírus. Meses atrás, houve uma expectativa de que a Juventus pudesse ser o destino do jogador para que a dupla com Cristiano Ronaldo fosse reeditada.

Porém, o lateral ainda desfruta de certa moral com Zidane e com Florentino Pérez, presidente do clube. Com contrato até o fim da temporada 2021-22, Marcelo permanece com um desejo: fazer mais história. Faltam apenas 22 jogos para que ele ultrapasse Roberto Carlos e se torne o estrangeiro com mais partidas no clube.

Seria um final perfeito para um jogador tão identificado com o Real Madrid.

Leia também