Marcado para o próximo domingo, evento de surfe em Grumari, no Rio, promove incentivo à saúde e ao bem-estar

·2 min de leitura


Um dos esportes mais saudáveis do mundo, o surfe está em alta no Brasil devido aos recentes resultados da "Brazilian Storm", nome como é chamada a atual geração de surfistas brasileiros da elite, liderada pelo tricampeão mundial Gabriel Medina e pelo primeiro campeão olímpico da história da modalidade, Ítalo Ferreira.

Além dos benefícios físicos, o esporte de origem polinésia também exerce uma influência bastante positiva na saúde mental, como destaca o presidente da Associação de Surfistas e Amigos do Grumari (ASAG), Marcelo Carvalho.

"Com certeza que o surfe, como outros esportes, promove vários benefícios ao corpo humano, principalmente no comportamento, equilíbrio e aparelho respiratório. É simplesmente espetacular. Não conheço nenhum surfista com sintomas depressivos", destaca o veterano das ondas.

"A ASAG também entende que a mudança social verdadeira vem pela educação e pelo esporte. Esses são os maiores agentes transformadores sociais que conhecemos e acreditamos", complementa Marcelo Carvalho, colocando o surfe como uma ferramenta aliada à inclusão social.

No próximo domingo, dia 28/11, a ASAG, em parceria com a Follow Sports Brasil, apoiado pela Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FSERJ) e pela rede de farmácias Cumani, promove o evento Surf Treino ASAG, a partir das 08h, na praia de Grumari. O objetivo é incentivar a preservação do meio ambiente, o bem-estar social e o esporte.

Sócio da Follow Sports Brasil ao lado de Eduardo Oliveira, o professor de educação física e surfista Luan Gameleira destacou a importância do incentivo ao evento.

"Nosso intuito é promover a saúde através dos esportes", frisa o empresário.

Marcelo Carvalho exalta a importância do apoio das empresas privadas na fomentação do esporte, em especial o surfe. Vale lembrar que o Rio de Janeiro, um dos berços da modalidade no Brasil, hoje não possui nenhum surfista profissional na elite.

"As empresas têm o papel fundamental nessa cadeia, pois o surf ainda não é patrocinado por clubes. Ainda depende muito de empresas de visão ampla para entender que é preciso apoiar o esporte, principalmente os atletas mais talentosos", sugere o presidente da ASAG.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos