Presidente da AFA é ambíguo ao falar sobre continuidade de Bauza

Buenos Aires, 5 abr (EFE).- O presidente da Associação Argentina de Futebol (AFA), Claudio Tapia, foi ambíguo nesta quarta-feira quando se referiu à continuidade do técnico da Argentina, Edgardo Bauza, ao afirmar que o treinador "precisa ser respeitado", mas que "ninguém pode garantir nada".

"Bauza é o técnico da Argentina, tem contrato vigente, e precisa ser respeitado", disse Tapia em breve entrevista coletiva após o sorteio dos confrontos da Copa da Argentina.

Quando perguntado se poderia garantir a presença de Bauza no cargo para a próxima partida da seleção, Tapia disse que "ninguém pode garantir nada neste país".

Além disso, deu a entender que a reunião com o treinador, marcada para esta quinta-feira, pode não ocorrer porque "seria difícil se encontrar" devido à greve geral convocada pela maior central sindical do país, a CGT (Confederação Geral do Trabalho).

Tapia também lembrou que a AFA está "trabalhando" para reduzir a punição de quatro jogos de suspensão que a Fifa aplicou a Lionel Messi por insultar um árbitro e confirmou que viajará à Europa para falar com o jogador e outros integrantes da seleção. EFE