Marcão vê jogo 'muito igual' em derrota do Fluminense, admite erros e afirma: 'Torcedor é soberano'

·3 min de leitura


O Fluminense fez mais uma partida ruim na noite desta terça-feira e voltou a perder para o Grêmio por 1 a 0, como já havia acontecido no primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Após a partida, válida pela 31ª rodada, o técnico Marcão explicou as opções por Cazares e Martinelli no time titular do Tricolor, colocando Luiz Henrique e John Kennedy mais na frente. Calegari foi outra novidade na formação inicial.

- Queríamos colocar o time mais leve, usar o ímpeto do Grêmio para acelerar o jogo. O Cazares tinha feito grande partida no jogo passado, tentamos aproveitar esse passe dele em profundidade. Mas o Grêmio marcou muito bem por zona com sua última linha, tirou um pouco do nosso espaço, do que planejamos e dificultou. É dar mérito ao adversário. Foi uma partida muito igual na trocação, desenhamos que deveríamos tirar a aceleração, quando conseguimos isso, criamos situações. Mas nossa equipe errou muito nessa questão. Foi um jogo franco e eles aproveitaram a oportunidade - analisou.

Veja a tabela do Brasileirão

Na vitória sobre o Sport, o Flu chegou a ser vaiado pela torcida, que cantava "time sem vergonha" segundos antes do gol salvador de David Braz. O capitão Fred, por exemplo, fez um desabafo em rede social pedindo que os tricolores não vaiem os jogadores. Perguntado sobre as reclamações dos atletas e sobre o clima no Maracanã, Marcão preferiu colocar panos quentes e dar razão ao público.

​- Não sei quem está reclamando do nosso torcedor, que é soberano. Quando está bem eles vão apoiar, quando achar que as coisas não estão funcionando vão nos cobrar. Nós que trabalhamos no Fluminense temos esse entendimento. Precisaremos mais uma vez do apoio deles. Eles estão jogando junto com a gente. Entendem o momento da nossa equipe e mais uma vez pedimos o apoio, eles são soberanos - afirmou.

Com uma temporada extremamente irregular desde o início, o Flu perde mais uma vez uma oportunidade de engatar duas vitórias para tentar manter vivo o sonho de uma vaga na Libertadores. Para Marcão é importante entender a força dos adversários, mas ele garante que o elenco vai trabalhar para melhorar.

- O que buscamos é regularidade. Sabemos que do outro lado tem um adversário que está passando por um momento difícil. Teve o Grêmio hoje, o Sport no sábado, vamos pegar o Palmeiras brigando por uma condição melhor. Vamos trabalhar para que os detalhes façam a diferença a nosso favor, estruturar e organizar bem a equipe e o ataque para, quando tivermos na frente, transformarmos as chances em gols - disse o treinador.

Com o resultado, o Fluminense fica em oitavo lugar no Brasileirão, com 42 pontos conquistados, mas pode abrir ainda mais distância para o G6, que começa com o Corinthians, com 47 pontos. No domingo, o Tricolor encara o Palmeiras em casa, às 18h15. Marcão explicou, por fim, se as mudanças no time tem sido feitas de acordo com os adversários ou se ele ainda segue tentando encontrar qual a formação ideal.

- Estamos vindo de um jogo sábado que exigiu muito da nossa equipe. Lógico que analisamos o adversário. Quisemos aproveitar o momento muito bom do Cazares, era justiça e entendemos que precisaríamos. Mas quando jogamos com ele por dentro tem que ter mais uma marcação. Sabíamos que a direita do Grêmio era forte, não tiraríamos o Cazares por dentro e colocamos os três volantes para tirar a velocidade e o ímpeto deles pelos lados - explicou.

- Empurramos o Luiz na frente junto com o John para aproveitar as situações de velocidade com a linha do Grêmio que em alguns jogos foi alta. Queríamos uma estrutura forte para entregar a bola ao Cazares e aproveitar as chances. Na próxima partida vamos analisar bem o que queremos, quem está bem, saudável e a melhor estrutura para pegar o Palmeiras no domingo - finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos