Marcão exalta entrega em vitória e comemora: 'Esse Fluminense que queremos quer ver'

LANCE!
·3 minuto de leitura


O Fluminense está cada vez mais firme na luta por uma vaga na próxima Libertadores e, nesta quarta-feira, deu um importante passo rumo ao objetivo. Em entrevista coletiva na Arena Fonte Nova após a vitória por 1 a 0 contra o Bahia, o técnico Marcão não escondeu a alegria pelo resultado. O comandante exaltou a entrega da equipe ao longo da partida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

> ATUAÇÕES: Fred e Nenê comandam vitória do Fluminense diante do Bahia; veja as notas

- Foi um grande jogo, a gente mais uma vez valoriza o grupo, a entrega de todos. Viemos de um jogo muito forte domingo, e 73h a próxima partida. Hoje precisamos mais uma vez contar com todos. Foi de acordo com o que a gente planejou. Eles entregaram como jogo decisivo. Entraram muito focados, sabiam que ia pegar um Bahia concentrado, buscando a vitória a todo momento, mas defensivamente fomos muito fortes, trabalhamos juntos, fomos premiados. Grande jogo, da entrega, unidade, da família Fluminense. Esse Fluminense que a gente quer ver dentro de campo - avaliou.

VEJA E SIMULE A TABELA DO BRASILEIRÃO

Com a vitória, o Flu chegou aos 56 pontos na tabela. São dois atrás do São Paulo e três de vantagem para Palmeiras e Grêmio. Os dois paulistas vão se enfrentar em jogo adiado desta rodada. O Corinthians, em oitavo, tem 48. O Fluminense jogará apenas na quarta-feira, encarando o Atlético-MG no Maracanã, às 21h30.

- A cada jogo e a cada momento vamos lutar pela Libertadores. Está ficando próximo. Não tem como não pensar. Mas é jogo a jogo. Quarta enfrentamos uma grande equipe, lutando por título. Mas com esse foco e essa entrega tenho certeza que o time está centrado no objetivo - afirmou.

Mais uma vez os meninos de Xerém foram os responsáveis por decidir uma partida. Não só Luiz Henrique, autor do único gol da partida, mas também Calegari e Martinelli, que mais uma vez tiveram boas atuações. Marcão exaltou o trio e o papel tático dos atletas.

- Dei um abraço especial no Calegari. Foi mais uma partida de alto nível. Entrega, posicionamento. Está sempre pegando velocistas e tem entrega tática. É uma grande evolução no Brasileiro. Tem muita coisa para esse menino e estamos felizes com o crescimento no clube. O Martinelli parece que tem 30 anos, tamanha personalidade e leitura de jogo. O Luiz Henrique tem nos ajudado bastante, funcionando bem. Hoje foi premiado com o gol. São três meninos maravilhosos e estão vindo outros para nos ajudar - disse.

Ainda no início do segundo tempo, Marcão optou por tirar Luiz Henrique e Fred, os dois melhores no ataque ao longo da etapa inicial. O treinador explicou a opção por deixar Lucca e a importância desse jogador para o esquema de jogo do Fluminense.

- O Lucca é muito tático. Se observarmos o movimento que ele faz de entrega, plano tático. Temos que avaliar isso também. Em algum momento pode estar tecnicamente mal, como contra o Botafogo, que ele reclamou, mas uma entrega tática absurda. Ele e o Luiz (Henrique) estão fazendo a composição por dentro e nos dá a condição de jogar com Fred e Nenê. Taticamente ajuda muito com a entrega. O Luiz sabíamos que ele ia baixar. Com a entrega que deram no último jogo. Sabíamos que o Bahia ia de quase cinco na frente. Em alguns momentos temos que substituir - completou.