Marcão aposta em mudanças no Fluminense para enfrentar time misto do Athletico-PR

·2 min de leitura


Depois de sete rodadas de resultados favoráveis, o Fluminense vive novamente um momento crítico no Brasileiro. Contudo, a chance de recuperar os pontos perdidos chegou. Neste domingo, o Tricolor enfrenta o Athletico-PR, às 16h, na Arena da Baixada, em jogo válido pela 27ª rodada do Brasileiro. Diante do time alternativo do paranaense, Marcão aposta em mudanças no elenco para superar a má fase.

De olho na Copa do Brasil, Alberto Valentim irá poupar alguns dos principais jogadores do elenco. Desta forma, o Furacão entra em campo com time misto, contando com apenas alguns titulares. Do lado do Fluminense, Marcão tem o desfalque de Fred, que lesionou o pé esquerdo, mas deve promover alterações na escalação para além do ataque.

SETOR DEFENSIVO
​No último sábado, o técnico tricolor esboçou uma possível escalação para o confronto. Luccas Claro, que cumpriu suspensão no jogo contra o Corinthians, está de volta, mas provavelmente não será titular. Há algumas rodadas apresentando desempenho abaixo do costume, o zagueiro pode ser substituído por David Braz, que fez atuação segura na ausência do defensor titular, na última rodada. A informação foi dada primeiramente pelo ge.

Uma das posições mais frágeis do elenco, a lateral esquerda também pode passar por mais uma mudança. Contestado, Danilo Barcelos não deve iniciar a partida na Arena da Baixada. Em seu lugar, Marcão tem a opção de dar uma oportunidade a Marlon ou fazer com que Egídio retorne aos gramados.

+ Egídio ou Danilo Barcelos? Fluminense sofre na lateral esquerda e jogadores comprometem resultados

TRIO DE VOLANTES E TRANSIÇÃO OFENSIVA
​As alterações também acontecem no meio. Com dificuldades na criação, o técnico do Flu deve escalar Jhon Arias como meia-atacante desta vez. Como o setor ofensivo permanece com três jogadores, André, Nonato ou Yago Felipe devem perder a vaga para o colombiano.

SETOR OFENSIVO
Entre todas as possíveis mudanças, talvez a mais esperada pela torcida seja a do ataque. Para substituir o capitão da equipe, há a chance de Marcão iniciar com o jogo com John Kennedy, em vez de Bobadilla. O atacante vem ganhando confiança e se mostra seguro quando entra como reposição. Luiz Henrique e Caio Paulista devem ser mantidos.

> Confira a classificação da Série A do Brasileiro

Apesar do cenário desanimador para o Fluminense, depois de três jogos sem vencer e fazer gols, as mudanças prometem aprimorar o esquema tático sendo desenvolvido. Desta forma, o Tricolor pode retomar a confiança em campo e voltar a sonhar com a classificação para a Libertadores ano que vem. Ainda que não seja fácil, o embate entre o time modificado de Marcão e a escalação mista de Valentim é promissor para um resultado favorável fora de casa.

*Estagiária sob a supervisão de Paulo Victor Reis

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos