Maradona renova contrato como técnico do Gimnasia y Esgrima

AFP
O técnico do Gimnasia y Esgrima de La Plata, Diego Maradona, antes de um jogo contra o Boca Juniors, no estádio de La Bombanera, no dia 7 de março de 2020
O técnico do Gimnasia y Esgrima de La Plata, Diego Maradona, antes de um jogo contra o Boca Juniors, no estádio de La Bombanera, no dia 7 de março de 2020

O Gimnasia y Esgrima de La Plata anunciou nesta quarta-feira a renovação do contrato de Diego Maradona como treinador até o final da temporada de 2021 do futebol argentino, cuja atividade ainda está suspensa devido à pandemia de coronavírus.

"Eles te conhecem como Pelusa, Barrilete Cósmico, Deus, Diego, Diegote, capitão... Mas para nós, você é mais um Tripero (torcedor do 'Lobo' de La Plata) e seu coração já é tão azul e branco quanto o nosso", destacou o Gimnasia em suas redes sociais nesta quarta-feira, com a mensagem "Gimnasia 2021 Maradona".

Maradona assumiu em setembro de 2019 e comandou o time de La Plata em 20 jogos, com 7 vitórias, 5 empates e 8 derrotas, em uma campanha na qual ele procurou evitar o rebaixamento para a segunda divisão, embora a salvação final só tenha vindo com a decisão de Federação local (AFA) de encerrar a temporada sem que ninguém caísse.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Enquanto isso, Maradona lembrou nesta quarta nas redes sociais que "o Lobo está comemorando seu aniversário hoje".

"Parabéns ao Gimnasia e um abraço aos seus torcedores maravilhosos! Meu coração é azul e branco. Queremos mais!", disse o técnico que vai fazer 60 anos em outubro.

O contrato de Maradona com o 'Lobo' terminaria no final de agosto próximo, mas após intensos esforços nesta quarta-feira, foi alcançado um novo acordo, que chega justamente no dia em que o Gimnasia, um dos clubes mais antigos do futebol argentino, celebra seus 133 anos.

A renovação do contrato inclui a continuidade da comissão técnica de Maradona, com Sebastián Méndez e Adrián González como assistentes, e vai até 31 de dezembro de 2021 "para se encarregar do projeto esportivo planejado e dos novos desafios que a instituição tem pela frente" , de acordo com o comunicado oficial.

Na última temporada, o Gimnasia terminou em 19º entre as 24 equipes da Superliga da Primeira Divisão e, este ano, antes de decretar a interrupção das atividades devido à pandemia, o time se classificou para os 16-avos de final da Copa da Argentina, competição atualmente suspensa e ainda sem datas agendadas para a retomada.

Considerado um dos melhores jogadores de futebol da história, o ex-capitão campeão mundial da Copa de 1986 no México faz sua sétima temporada como técnico após suas suas passagens pelo Mandiyú (1994), Racing Club (1995), seleção da Argentina (2008 a 2010), Al-Wasl e Al-Fujairah (dos Emirados Árabes Unidos, 2011/2012 e 2017/2018) e o mexicano Dorados de Sinaloa (2018/2019).

Leia também