Maradona era dopado por primo da namorada no final da vida, diz áudio de médico de Diego

LANCE!
·1 minuto de leitura


Em mais áudios vazados do médico de Diego Maradona pela TV América, Leopoldo Luque disse que o craque era dopado por Charly, primo de sua última namorada Rocío Oliva, com maconha e vinhos batizados com soníferos. Charly fazia isso para levar mulheres para a mansão de Maradona todas as noites. De acordo com o médico, Diego não sabia que estava tomando álcool com soníferos.

> Confira a classificação atualizada da reta final do Brasileirão 2020 e simule os resultados do seu time

- Charly levava uma mulher diferente por dia, e para fazer isso, tirava Diego de cima com maconha e cerveja. O quebrou em mil pedaços. Diego acordou com toda a ressaca, fumou maconha, tomou vinho e remédio - disse o médico em seus áudios.

O médico, que foi acusado por homicídio culposo após a morte de Maradona, também falou que Jana, filha de Diego, era uma "idiota" e que o craque estava "se preparando e procurando pela morte".