Maracanã abriga primeiro duelo entre brasileiros nesta Libertadores

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O primeiro duelo brasileiro desta edição da Taça Libertadores ocorre nesta quarta-feira (12). Flamengo e Atlético-PR se enfrentam no Maracanã, às 21h45, em jogo válido pela terceira rodada da fase de grupos da competição.

O confronto tem clima de decisão. O clube carioca é o terceiro colocado do Grupo 4, com 3 pontos. E o time paranaense é vice-líder, somando 4. A lotação das arquibancadas deve corresponder a importância do jogo. O clube carioca esgotou os mais de 50 mil ingressos postos à venda aos seus torcedores.

Caso vença, o Flamengo toma o lugar do adversário na tabela de classificação -e pode até se tornar líder dependendo do resultado de Universidad Católica (CHI) e San Lorenzo (ARG), que jogarão no mesmo dia, às 21h. Já o Atlético-PR pode se manter na mesma colocação em caso de empate ou, a depender do outro duelo do grupo, assumir a liderança em caso de vitória.

Antes mesmo da bola rolar, a equipe da casa já tem um desafio a superar: os desfalques. O técnico Zé Ricardo não poderá contar com o atacante Éverton, que sofreu uma pancada no clássico com o Vasco no dia 26 de março, e o volante Romulo, que faz tratamento por dores na panturrilha direita. Além deles, o atacante Berrío também não vai a campo. O colombiano foi expulso na derrota para a Universidad Católica (CHI), pegou três jogos de suspensão e só poderá retornar na última rodada da fase de grupos.

Nos últimos quatros jogos, todos pelo Campeonato Carioca, a equipe rubro-negra empatou. O confronto mais recente foi o 0 a 0, no último sábado (8), que classificou o Vasco para a final da Taça Rio.

O zagueiro argentino Donatti minimizou a falta de bons resultados do Flamengo nas últimas semanas e projetou uma vitória na partida pela Libertadores: “Creio que o torcedor esteja tranquilo. Mesmo não tendo conseguido um resultado positivo no último jogo, fizemos um bom trabalho dentro de campo. O bom do futebol é que sempre há revanche. Mas agora teremos um jogo importante novamente e iremos em busca de um resultado positivo. O que passou, passou”.

O Atlético-PR também sofre com desfalques. As baixas do time paranaense por lesões serão o meia Carlos Alberto e volante Otávio. Há ainda o meia Felipe Gedoz e o atacante Pablo que desfalcam o time por suspensão após terem levado o terceiro cartão amarelo na vitória contra o San Lorenzo, em 15 de março. Em compensação, o lateral direito Jonathan e o atacante Grafite, poupados nas quartas de final do Estadual contra Paraná no domingo (9), estarão à disposição do técnico Paulo Autuori. Além deles, o meia Lucho González, que era dúvida por ter deixado o último confronto com dores na coxa, também foi relacionado.

O atacante Eduardo da Silva se mostrou empolgado para a partida por um motivo em particular: ele nunca atuou pela Libertadores.

“Será o primeiro jogo da minha carreira [pela competição]. Não se joga uma Libertadores todos os dias, ainda mais no Maracanã”, avaliou. Ele ainda falou sobre a pressão da torcida adversária: “Com a minha experiência, estou acostumado a jogar em estádios sempre lotados. Depende só de nós, de como entraremos em campo. Vamos procurar sair daqui com o resultado positivo. Estaremos 100% concentrados e nos dedicaremos ao máximo”.

FLAMENGO

Muralha; Pará, Donatti, Réver e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego; Mancuello, Gabriel e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

ATLÉTICO-PR

Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Deivid, Matheus Rossetto, Lucho González e Nikão; Douglas Coutinho (Grafite) e Eduardo da Silva. Técnico: Paulo Autuori.

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro

Juiz: Wilson Lamourox (COL)