Marçal fala sobre primeiro gol no ano e ser capitão do Botafogo: 'Costumo ajudar meus companheiros'

Marça foi um dos destaques do Botafogo na reta final de 2022 (Vitor Silva/Botafogo)


Em alta desde que assumiu a titularidade no Botafogo, Fernando Marçal conquistou de vez a torcida com muita vibração e boas atuações em campo. Em 2023, o lateral-esquerdo segue de maneira positiva e marcou o primeiro gol da equipe na temporada, na vitória por 2 a 1 sobre o Volta Redonda, na última quinta-feira.

+ Confira as movimentações do Botafogo no mercado na bola no Vaivém do L!


- Fazer o gol dá uma sensação de que as coisas vão correr bem. Fiquei feliz obviamente de ter começado o ano assim, fazendo o primeiro gol do time. Espero que venham mais esse ano. Dá essa sensação de caminho certo - disse

Neste início de temporada, o Alvinegro modificou seu planejamento, já que inicialmente iria aos Estados Unidos, mas acabou não acontecendo. Com isso, o time principal já teve que estar em campo na segunda rodada do Estadual.

- Realmente os planos mudaram, o clube tinha preparado uma outra pré-temporada. Acaba por entrar dentro de uma preparação normal porque há a preparação e também os jogos de preparação no início. Obviamente já estamos entrando no campeonato, temos responsabilidade, valem três pontos, queremos sempre ganhar, mas encaramos esse jogo como um jogo de campeonato sabendo da dificuldade que íamos encontrar - explicou,

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Carioca

Por fim, o lateral falou sobre a sensação de ter sido escolhido como capitão da equipe diante do Voltaço enquanto Joel Carli e Gatito Fernández estão de fora da equipe em virtude de problemas físicos.

- Me sinto parte desse grupo. Sou feliz com que me vejam como peça importante dentro do grupo. Sempre fui capitão nos times pelos quais passei sem a braçadeira. Agora é só mais uma peça (a braçadeira) importante. Estou feliz de ser capitão do time enquanto Gatito e Carli não estão jogando - ressaltou, antes de completar:

- Sou sempre um líder dentro de campo, costumo tentar ajudar meus companheiros. No início falamos do Jeffinho. Gosto de ser esse capitão, falando com meus colegas, tentando ajudar e mostrando os caminhos pela experiência que tenho. Para mim, é só mais um acessório - concluiu.

O Botafogo volta a campo na próxima quinta-feira, às 19h30, no estádio Luso-Brasileiro. O adversário será o Madureira, em confronto válido pela quarta rodada do Campeonato Carioca. O duelo contra o Vasco, que teria sido nesta segunda, foi adiado para 16 de fevereiro a pedido do mandante e criticado pelo comandante português.