Manutenção: Se não houver baixas, Botafogo repetirá time no Equador

Vinícius Britto
Apesar de precaução com Carli, Victor Luís e Rodrigo Pimpão, Glorioso deve ter a mesma escalação da vitória na Colômbia contra o Barcelona-ECU, nesta quinta, pela Libertadores

Uma máxima do futebol é a de que o time que está ganhando não se mexe. E seja pelas opções ou pela última exibição fora de casa, a tendência é de que o Glorioso siga esse mantra para o jogo diante do Barcelona de Guayaquil, nesta quinta-feira, pela Libertadores. A equipe de Jair Ventura deve ter a manutenção dos 11 iniciais que conquistaram a vitória histórico dentro do Atanasio Giradort.

Dos jogadores que começaram contra o Atlético Nacional-COL, três estão sendo observados com maior cuidado pela comissão técnica que já está no Equador: Carli, Victor Luís e Rodrigo Pimpão. O argentino voltou de lesão no Atanasio Giradort e ainda não se encontra 100%, na forma física considerada ideal.

Enquanto isso, o lateral-esquerdo - que atuou os 90 minutos, saiu do jogo com dores musculares e foi poupado de parte do treinamento da segunda-feira, no Colégio Torremar, no Equador. Contudo, o quadro clinico é positivo, sem ter uma lesão constatada. É o mesmo caso de Rodrigo Pimpão. Se seguirem a esperada evolução nos próximos dois treinos, eles enfrentam o Barcelona-ECU.

- Estava comentando com um amigo a intensidade do futebol hoje em dia. Hoje é muito físico, vê jogadores com parte técnica muito boa que não consegue jogar por causa da velocidade. Eles não são máquinas, não tem vilão - destaca o técnico Jair Ventura sobre a necessidade de precaução quanto as lesões.

No resto da equipe, sem problemas de lesões ou suspensões, os jogadores que atuaram na Colômbia vão seguir entre os titulares. Mesmo com a nova opção de Marcelo - que vai se juntar ao grupo no Equador nesta terça - Emerson deve seguir titular pelo lado direito. Sem Airton e Montillo, Rodrigo Lindoso será o volante alvinegro ao lado de Bruno Silva e João Paulo, com Camilo na frente.







E MAIS: