Mano Menezes x Renato Gaúcho: bem-sucedidos no Grêmio duelam por vaga na Copa do Brasil

Mano Menezes e Renato Gaúcho têm histórias semelhantes como treinadores. Contemporâneos e bem-sucedidos no Grêmio, eles se enfrentam nesta quarta-feira (23), por uma vaga na final da Copa do Brasil.

Renato Gaúcho Grêmio Avaí Brasileirão 09 07 2017

(Foto:  LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA)

Atualmente no Cruzeiro, Mano iniciou a carreira no Guarani, de Venâncio Aires, time de sua terra natal. A ascensão da carreira, porém, foi no Grêmio, entre 2005 e 2007. Pelo time de Porto Alegre, ele venceu a Série B e foi bicampeão gaúcho.

O melhor momento do comandante na equipe, entretanto, foi em 2007, quando se sagrou vice-campeão da Copa Libertadores da América ao perder para o Boca Juniors, da Argentina, na finalíssima.

A boa fase no Olímpico culminou na transferência para o Corinthians. No Parque São Jorge, o comandante se tornou referência na profissão. O título da Copa do Brasil 2009 e a conquista da Série B o transformaram em um dos principais nomes do país.

Não é à toa que, após recusa de Muricy Ramalho em 2010, assumiu a Seleção Brasileira a convite de Ricardo Teixeira, então presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A passagem pela equipe nacional ficou marcado por fracassos na Copa América e a prata nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Desde então, Mano não teve trabalhos com tanta notoriedade. O melhor tem sido à frente do Cruzeiro, com mais uma chance de título da Copa do Brasil.

Elias e Mano Menezes

(Foto: Mowa Press)

O jeito falastrão e polêmico de Renato Gaúcho, rival de Mano Menezes nesta quarta-feira (23), o deixa escanteado muitas vezes no mundo do futebol. Entre o seu último trabalho, em 2014 no Fluminense, e a volta ao Grêmio, em 2016, passaram-se dois anos.

Embora seja gaúcho e ídolo eterno do Tricolor de Porto Alegre, a carreira de Renato como treinador se iniciou e chegou à primeira conquista no Rio de Janeiro. Foi pelo time das Laranjeiras, o qual treinou em cinco oportunidades em 12 anos, que ele conquistou o primeiro título: a Copa do Brasil 2007.

Renato Gaúcho, Grêmio (2013)

(Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O auge, porém, foi um ano depois da taça obtida na equipe carioca. O vice-campeonato da Libertadores 2008, diante da LDU, encantou o Brasil. Com um futebol vistoso e ofensivo, o Flu de Renato Gaúcho teve chances de faturar o título continental, mas fracassou na disputa de pênaltis.

Em 2016, Renato substituiu Roger Machado no comando do Grêmio. Na volta ao Tricolor Gaúcho, o técnico venceu a Copa do Brasil sobre o Atlético-MG e pediu até um busto no centro de treinamentos da equipe. Foi a primeira conquista como técnico na equipe de Porto Alegre.