Mano Menezes vira sombra para Tiago Nunes no Corinthians, diz site

Goal.com

Mudar o estilo de jogo depois de dez anos não é algo fácil. Essa foi a frase mais ouvida no Parque São Jorge em 2020. Após enorme sucesso na última década apostando em um jogo mais defensivo, o Corinthians trouxe Tiago Nunes para mudar a filosofia do clube, sair do “saber sofrer” para começar a “propor o jogo”.

Para isso, diretoria, torcida e jogadores sabiam que tempo seria necessário. Só que os maus resultados apresentados podem interromper o projeto. Em meio a isso, segundo o GE, o nome de Mano Menezes também passa a assombrar o atual comandante alvinegro. Velho conhecido da Fiel torcida, Mano está sem clube no momento e é visto com bons olhos pelo presidente Andrés Sanchez e por alguns de seus aliados.

É bem verdade que Tiago Nunes ainda tem o respaldo da diretoria, pelo menos na frente das câmeras e dos microfones. Mas a eliminação na Libertadores, diante do Guaraní-PAR, e a provável queda no Paulistão, antes mesmo de chegar à fase eliminatória, podem mudar essa história. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Mas além dos resultados, o desempenho dentro de campo passou a incomodar. Mesmo com tempo para treinar, a equipe não mostrou evolução e chegou a regredir em alguns momentos. Algumas decisões tomadas por Tiago também aumentam a pressão sobre o treinador.

Tiago Nunes Corinthians reapresentação 2020
Tiago Nunes Corinthians reapresentação 2020
Foto:  Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Em primeiro lugar, a dispensa de Ralf e Jadson no início da temporada não agradou - principalmente com relação ao volante, que era tido como uma das referências dentro do vestiário e é um dos grandes ídolos da história recente do clube. Em segundo, Tiago também estabeleceu uma série de regras e normas de convívio internas, o que não agradou parte dos jogadores. Por fim, algumas substituições e mudanças na equipe, como tirar Cantillo da última partida, contra o Ituano, colocar Boselli no banco quando o atacante vivia grande momento, ou colocar Pedrinho como titular contra o Guaraní-PAR, após dizer que o meia não jogaria a partida, incomodam os críticos.

Jogando a favor de Tiago, a diretoria também entende que o elenco tem uma boa parcela de culpa nas más atuações da equipe. Além disso, trocar de técnico neste momento, justamente para trazer Mano Menezes, treinador reconhecidamente defensivo, seria ir contra o discurso pregado de mudar o estilo de jogo da equipe. A cúpula alvinegra também reconhece que o treinador não recebeu alguns jogadores que pediu, como um atacante de velocidade, por exemplo. Além disso, Tiago é muito elogiado por seus treinamentos e pela forma como se dedica ao trabalho. 

A última vitória do Corinthians foi justamente na eliminação na Libertadores, diante do Guaraní-PAR. Enquanto a equipe não reencontra o caminho para as vitórias, o nome de Mano deve seguir ganhando força nos bastidores. Como agravante, o ano é de eleição, e apostar em nomes mais conhecidos pode dar mais tranquilidade em momentos conturbados.

Leia também