Mano Menezes será o substituto de Tite na Seleção Brasileira, diz Caio Ribeiro


O jornalista Caio Ribeiro, do "ge", afirmou que Mano Menezes, atual treinador do Internacional, será o substituto de Tite na Seleção Brasileira. Em live do "Cartola" realizada nesta terça-feira, o ex-atacante também colocou que Andres Sanchez, ex-presidente do Corinthians, assumiria como diretor da CBF para o ciclo da Copa do Mundo de 2026. CBF e estafe do treinador negam a informação.

+ Everton Ribeiro valoriza o Flamengo por Seleção Brasileira e admite: 'Ano mais importante da minha carreira'

- Não é só opinião, é informação. Quer que eu fale quem vai ser o próximo treinador da seleção brasileira? Mano Menezes. Me cobre daqui a pouco. Mano Menezes será o próximo treinador brasileiro numa dobradinha com Andrés Sanchez, que será o próximo diretor da seleção brasileira. Daqui a dois meses vocês falam se eu estou errado ou não - afirmou Caio durante a live.

Tite já afirmou que vai deixar a Seleção Brasileira após o Mundial do Qatar. Em entrevista ao LANCE! no mês passado, o comandante explicou que quer ficar mais perto da família.

A informação de Caio Ribeiro foi ironizada por Andres Sanhez na conta do ex-dirigente do Corinthians no Twitter.

+ Seleção: Danilo explica opção de Tite por tantos atacantes: 'Sabem o papel além de atacar'

- Meu Deus ,Caio Ribeiro deve ter ido na cartomante ou viu bola de cristal (risos) - publicou Andres.

Andrés Sanchez
Andrés Sanchez

Andres Sanchez foi presidente do Corinthians (Foto: Reprodução/Twitter Andrés Sanchez)

O estafe de Mano Menezes negou a informação em nota divulgada pela assessoria do treinador pouco depois da informação dada por Caio Ribeiro.

+ Rodrygo se vê como um 'líder' da Seleção Brasileira: 'Sempre me preparei para triunfar no futebol'

- O Mano não foi procurado, muito menos comunicado sobre nada. Essa informação não procede em nenhum sentido. Mano não vai dar nenhuma declaração oficial porque ele não fala sobre especulação.

Procurada pelo LANCE!, a CBF se comunicou oficialmente por meio da equipe de assessoria e também negou a notícia.

- O presidente da CBF Ednaldo Rodrigues afirma que a informação não procede, e que não tratou da sucessão de Tite com ninguém, nem dentro e nem fora da CBF. O presidente da CBF afirma ainda que já repetiu diversas vezes que só vai tratar do assunto após o fim da Copa do Mundo do Catar.