Mano destaca vantagem e celebra ajustes feitos no intervalo do jogo

O Cruzeiro bateu o Murici-AL, por 2 a 0, na noite da última quarta-feira, pela Copa do Brasil, e abriu boa vantagem para avançar de fase na competição. A Raposa encontrou dificuldades no primeiro tempo, mas conseguiu fazer os tentos necessários para o triunfo na etapa complementar.

Leia mais:

Cruzeirenses destacam vantagem conquistada apesar de gramado ruim

“Vantagem importante. Nós esperávamos um jogo com o grau de dificuldade apresentado, sobretudo na primeira parte. Fizemos ajustes importantes no intervalo, pois nos últimos 20 minutos do primeiro tempo o Murici controlou o jogo. Veio o segundo tempo e nós tivemos maturidade para aproveitar as poucas oportunidades e construir a vitória. Agora esperamos o jogo de volta para definir a classificação”, destacou o técnico Mano Menezes

A vitória celeste passou pelos pés de jogadores que deixaram o banco de reservas, como Ramon Ábila que entrou já no fim do jogo e ainda conseguiu marcar um tento. De acordo com o treinador celeste, a Raposa teve capacidade para conseguir buscar o resultado mesmo com condições adversas.

“Mesmo não criando tantas oportunidades, não sofremos mais como no fim do primeiro tempo. Tivemos maturidade para saber conduzir o jogo, terminamos melhor. Aí veio o desgaste do jogo, pois eles se superaram muito, se dedicaram muito, mas isso tem um custo físico. Nos últimos minutos eles sentiram mais que a gente. E a gente pôde definir o jogo e levar um bom resultado”, finalizou.

O Cruzeiro volta aos treinamentos nesta sexta-feira, na Toca da Raposa II, em Belo Horizonte, com o foco no clássico contra o América-MG, no próximo domingo, pelo Campeonato Mineiro. A equipe é vice-líder do Estadual, atrás apenas do rival Atlético-MG.

Pela Copa do Brasil, com a boa margem, os comandados de Mano voltam a enfrentar os alagoanos na próxima quarta-feira, no Mineirão. A equipe pode até perder por um gol de diferença. 2 a 0 para o Murici-AL leva a decisão para os pênaltis.