Mano comemora volta à decisão do Mineiro após dois anos fora

Os últimos anos têm sido complicados para o Cruzeiro: no Campeonato Brasileiro as lutas contra a queda para a série B. No Mineiro, longe das decisões em 2015 e 2016. De volta à final do torneio estadual, o técnico Mano Menezes comemorou a classificação e lembrou a época que foi treinador do Grêmio.

“Os desafios servem como incentivos. Não podíamos ficar três anos sem chegar à final do Mineiro. Estive no Grêmio que estava há quatro anos sem chegar à final. Não adianta fazer boa campanha se perdermos na semifinal. Logo isso tem um gosto especial, nos incentiva”, declarou.

O calendário do futebol brasileiro não permite descanso. Mas o Cruzeiro terá a semana livre para trabalhar e se preparar para a final do Campeonato Mineiro contra o Atlético-MG, que será no próximo domingo. O treinador cruzeirense comemorou o fato de poder treinar seu time e brincou com a situação.

“Fala baixo, porque é capaz do pessoal arrumar um jogo para a gente jogar quarta-feira. Não conta para ninguém (risos). A gente termina um jogo como esse com muitos jogadores com dores, com excesso de cansaço. Você tem uma semana para zerar esse desgaste, fazer quatro treinamentos na sequência, que é difícil de você ter, vai dar à equipe uma condição de fazer um primeiro clássico com uma intensidade muito forte, como o jogo certamente vai requerer. Fico feliz”, finalizou.