Mano comemora vitória, mas observa “vantagem magra” do Cruzeiro

Após vencer o Nacional, por 2 a 1, na noite dessa terça-feira, no Mineirão, pela Copa Sul-Americana, o técnico Mano Menezes comemorou o triunfo sobre o clube paraguaio. O treinador, entretanto, reconhece que a vantagem é pequena.

“Não esperávamos tomar o gol no início, mas são circunstâncias de jogos. Isso prova a que precisamos ter qualidade. Mantemos a tranquilidade, encontramos o caminho da criação, criamos boas oportunidades, viramos o jogo e estamos contentes. Não é uma vitória que dá tranquilidade, mas vamos levar uma vantagem (para o jogo) daqui a quase trinta dias. As equipes provavelmente estarão diferentes. Eles terão que superar a gente lá e não vamos deixar de jogar”, destacou.

A vitória do Cruzeiro foi conquistada no segundo tempo. O time azul sofreu o gol rápido, logo aos 4 minutos do primeiro tempo, e correu atrás do resultado, conseguindo o empate ainda na etapa inicial e o triunfo na final. Mano alertou para o equilíbrio que sua equipe teve dentro de campo.

“Você é experimentado numa competição como essa. Já na primeira bola erguida na área sofremos o gol. É o momento que você é testado. Dizem que gol muito cedo desestabiliza. Não com o Cruzeiro. Foi buscar a vitória da maneira como deveria e isso me deixa contente”, finalizou.