São Paulo terá uma reconstrução lenta

Pablo, numa tentativa de jogada contra o Red Bull. Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press
Pablo, numa tentativa de jogada contra o Red Bull. Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Estive no Morumbi para acompanhar São Paulo e Red Bull Brasil. Esperava ver um jogo interessante, pela necessidade de vitória são-paulina contra um adversário bem montado e com a terceira melhor campanha do Paulista.

No anúncio da escalação tricolor, um prenúncio de que as coisas não seriam fáceis. Vagner Mancini adotou o esquema com três zagueiros, dois laterais, um volante e quatro atacantes. Não havia meias no time e Mancini queria Pablo e Antony como armadores. Difícil dar certo, como não deu. E Gonzalo Carneiro ajudou a afundar a equipe, com uma expulsão boba, aos 19 minutos do primeiro tempo. Antony ainda obrigou Júlio César a uma boa defesa, no único lance de perigo proporcionado.

Na segunda etapa, com um a menos, o São Paulo se fechou, tentando um contra-ataque, mesmo sem meio-campo. Não conseguiu em nenhum momento. Foi dominado pelo Red Bull e não foi derrotado por causa de Thiago Volpi, com quatro defesas e algumas intervenções, fazendo sua “estreia” verdadeira, desde que foi contratado. Se o Red Bull tivesse mais competência nas finalizações, teria vencido bem. O atacante Osman, o volante Jobson e o lateral-esquerdo Rafael Carioca foram os destaques, mesmo que o lateral tenha saído de ambulância, após um choque na cabeça.

O São Paulo é terceiro colocado no seu grupo com dez pontos e corre o risco de eliminação na primeira fase, o que seria mais um vexame. A reconstrução mencionada por Mancini será lenta e gradual. Cuca vai mexer no elenco e os resultados não irão aparecer de uma hora para outra. E ainda tem a bronca da torcida, que deixou o Morumbi em silêncio, protestando contra a má fase de todos. O Red Bull parecia estar em casa.

Nenê, Diego Souza, Jucilei e Bruno Peres não terão vez com Cuca. Jogadores serão contratados para compor elenco e um lateral direito, um meia e um atacante devem chegar para jogar.

Veja mais notícias de Alexandre Praetzel no Yahoo.


Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos