Mancini elogia empenho do Corinthians e não joga a toalha por Libertadores: 'Totais chances ainda'

LANCE!
·3 minuto de leitura


O Corinthians teve uma dura derrota neste domingo, por 2 a 1, para o Flamengo, pensando na classificação para a Copa Libertadores. No entanto, apesar do resultado adverso, Vagner Mancini viu motivos para elogiar a equipe e descartou jogar a toalha na briga por uma vaga no torneio continental. Segundo ele, o trabalho é bem feito e restam novo pontos a serem disputados.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Ranking de clubes da Conmebol é atualizado. Confira a posição do seu time!

Em entrevista coletiva virtual após o duelo no Maracanã, o treinador do Timão analisou a atuação corintiana na tarde deste domingo e elogiou o empenho dos jogadores em aplicar a estratégia planejada para enfrentar o vice-líder do campeonato. Para Mancini, faltou velocidade nas saídas de bola, mas foi suficiente para ter uma apresentação em igualdade de condições.

- Eu acho que a estratégia foi bem montada, a equipe se empenhou demais em cima disso, marcou mais baixo, tentando tirar o campo de jogo do Flamengo, porque é um ataque veloz, que precisa de espaço, então nós diminuímos o espaço e com isso aumentamos a marcação. Foi um time compacto, que não deu muita entrada de bola pelo centro do campo, exigindo que o Flamengo jogasse mais por fora, onde é óbvio que dá mais tempo de fazer a marcação, coberturas - disse o técnico alvinegro antes de completar:

- Acho que faltou um pouco de velocidade na nossa saída de bola e talvez ela não tenha sido mais competente em função disso, acho que faltou velocidade, nós até tivemos uma jogada daquilo que era a tônica do jogo, sair rápido, tentar achar um dos velocistas da frente e, de uma maneira geral, sempre que você perde, dá a impressão que sua estratégia não deu certo, mas muito em cima daquilo que eu vi, o Corinthians se empenhou, lutou em igualdade de condições e teve oportunidades na partida.

A derrota atrapalhou um pouco mais os planos do Corinthians em buscar a tão sonhada vaga na Libertadores, já que perdeu posições na tabela e viu os concorrentes ficarem bem próximos nesta reta. Mancini admite que ficou mais difícil, mas não joga toalha e aposta nos nove pontos que ainda restam para serem disputados pelo time no Brasileirão, incluindo o clássico desta quarta.

- O objetivo número 1 era sair daquela situação em que a gente se encontrava, em 17º lugar, chegamos a figurar em 8º lugar, que foi nosso máximo, agora estamos em 10º, pode ser que a gente perca mais uma posição até o final da rodada, mas o importante é que o Corinthians ainda vai jogar nove pontos, algumas equipes têm só mais seis pontos para disputar e a gente tem totais chances ainda. Ficou mais difícil? Ficou difícil como já foi em todo o campeonato, não foi fácil sair de 17º e chegar em 8º, foi muito difícil, então por isso a gente acredita - comentou o comandante antes de complementar:

- A gente enfrentou uma equipe, que junto com o Internacional pode ser apontada com reais chances de título, enfrentamos em igualdade de condições, então acho que a gente também pode fazer um bom jogo contra o Santos na Vila, aí temos o Vasco em casa, o Internacional fora, são jogos equilibrados, todo mundo tem muita dificuldade de vencer as partidas agora na reta final, porque todas as equipes estão muito empenhadas dentro do que passou a ser o objetivo de cada uma delas, então não podemos de maneira alguma achar que tenha qualquer coisa errada e sim focar naquilo que tem sido feito, bem feito, para que a gente possa buscar a nossa vaga - concluiu.

O Corinthians de Mancini volta a campo nesta quarta-feira, às 19h, para enfrentar o Santos, na Vila Belmiro, pela 33ª rodada do Brasileirão, jogo adiado por conta da final da Libertadores. Atualmente, o Timão ocupa a 10ª posição na tabela, com 49 pontos, mas ainda pode perder lugar para o Red Bull Bragantino e para o Ceará, que ainda jogam pela 36ª rodada, nesta segunda-feira.