Mancini comenta importância da postura de Jô com Cauê no Corinthians: 'Atitude muito bonita'

LANCE!
·2 minuto de leitura


Uma das cenas mais emblemáticas da vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o Guarani foi o abraço de Cauê e Jô logo após o gol do garoto em Campinas. Mas essa cena não foi exclusiva da partida do último domingo. Segundo o técnico Vagner Mancini, essa relação do veterano atacante com os jovens do elenco tem sido intensa e muito importante no processo de maturação da equipe.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2021 clicando aqui

GALERIA
> Confira alguns nomes que prometem esquentar a janela de verão europeia

O técnico do Timão, em entrevista coletiva após o jogo no Brinco de Ouro, fez questão de elogiar a postura e o caráter de Jô, principalmente neste momento em que há a necessidade de ajudar os jovens jogadores que estão sendo adicionados ao elenco. Algo que não é restrito a Cauê, mas a todos os garotos.

- O Jô é um cara sensacional, que tem tentado de todas as maneiras instruir, passar confiança ao Cauê, não só a ele, mas ao Felipe e os outros jovens, ele e os outros atletas mais experientes do Corinthians tem absorvido muito essa intenção de passar confiança… E hoje fiquei muito feliz a hora que ele fez o gol e foi lá abraçar o Jô, acho que isso mostra não só o bom ambiente do clube, mas a mescla que vai funcionar, porque um tempo atrás o Jô também teve 16 anos, estreou, e teve apoio dos atletas que na época era mais experientes, e ele está tentando fazer isso com o Cauê - declarou o comandante corintiano.

Mancini também analisou como essa bonita atitude de Jô será importante no processo de maturação da garotada. Além disso, ele reforçou o pedido de paciência para a torcida e reafirmou que será uma situação lenta, mas que promete trazer ótimos frutos para o clube, mesmo em uma fase complicada.

- É uma atitude bonita do Jô, que tem sido elogiada não só por ele, existem outros atletas que têm sido importantes para os jovens… Acho importante a gente passar isso, o Corinthians tem hoje quase 60% do elenco de atletas formados na base, e é importante que o torcedor entenda que o processo é um pouco lento, a gente pode ser que sofra na temporada, porque temos que maturar jogadores jovens, que vão dar retorno ao clube, mas que agora entram em campo e tem que obter resultado, isso não é fácil - concluiu.

Sem considerar Ruan Oliveira e Gustavo Mantuan, que estão machucados, e Jô e Fagner, que são de outras gerações, o Corinthians conta com 17 jogadores promovidos das categorias de base. A atual gestão do departamento de futebol já reiterou diversas vezes que esses serão os principais reforços da temporada.