Mancini acha que Galo ganhou um ponto, mas lamenta chances perdidas

Valinor Conteúdo
LANCE!
A igualdade com o Bahia, foi o nono empate do Galo no Brasileiro em 35 jogos- (Divulgação/Atlético)
A igualdade com o Bahia, foi o nono empate do Galo no Brasileiro em 35 jogos- (Divulgação/Atlético)


O Atlético-MG não foi derrotado pelo Bahia e o ponto conquistado dentro da Arena Fonte Nova foi importante, quando a análise é feita sob o contexto do time no Campeonato Brasileiro, em que ainda tem risco de rebaixamento.

Essa é a percepção do técnico Vagner Mancini após o jogo, em que a equipe marcou apenas um ponto em seis disputados, contando o duelo contra o Athletico-PR, no último domingo, 24 de novembro, no Mineirão, quando foi derrotado por 1 a 0.

-Avaliamos este ponto, na situação do campeonato, como importante-disse Mancini, que reclamou da postura ofensiva do time, com perda de várias chances de marcar gols.


-O que a gente lamenta é ter saído na frente e não ter segurado o resultado ou ampliado o marcador. Após o gol, tivemos quatro ou cinco lances de contra-ataque que, se tivéssemos tomado a decisão certa, faríamos o gol. Mas é óbvio que o segundo tempo ficou muito abaixo do que o Atlético pode jogar e o que esperamos-comentou.

Um defeito recorrente do Galo foi analisado pelo treinador, que viu sua equipe recuar demais quando o resultado lhe era favorável. O Atlético teve essa mesma postura em diversos jogos, inclusive no decisivo das semifinais da Copa Sul-Americana, contra o Colón-ARG, quando fez 2 a 0, o placar que lhe garantiria na final, mas se acomodou e permitiu o gol argentino, levando a decisão para os pênaltis, com a eliminação atleticana dentro de casa.









- Vi o Atlético jogando bem no primeiro tempo, fez o gol no início do segundo tempo, mas recuou demais e demos campo ao Bahia. O Bahia chegou ao empate. Depois, nas substituições, reorganizamos a equipe. A vinda do Réver no meio de campo melhorou o sistema de armação de jogo. O Atlético voltou a melhorar no jogo - disse Mancini, que citou novamente a perda de gols e como seus atacantes decidiram de forma equivocada as jogadas que poderiam se coverter em gols.

- Faltou a tomada de decisão. Nós tivemos quatro, cinco lances de saída de contra-ataque, jogadores velozes. Bola no pé de quem poderia enfiar bem a bola. Mas pecamos neste fundamento. São situações. Domingo, o Atlético fez grande jogo em casa e perdemos em lance no fim do jogo. Hoje levamos ponto importante. Viemos aqui para vencer o Bahia, mas entendemos que do outro lado tem uma equipe qualificada, bem montada, que dificultou- completou.

O Atlético já muda o foco e pensa no Corinthians, em casa, domingo, 1º de dezembro, pela 36ª rodada. Será mais uma chance de confirmar matematicamente a permanência da equipe na Série A de 2020.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também