"Manchester United e City são superiores ao Chelsea", admite Conte

Antonio Conte, técnico do Chelsea, acredita que o Manchester United e o Manchester City têm os times mais fortes na Premier League, apesar dos Blues estarem na liderança do Campeonato Inglês, com 10 pontos à frente do segundo colocado.

O Chelsea recebe o United, no Stamford Bridge, na próxima segunda-feira (13), pela Copa da Inglaterra, e Conte espera um jogo difícil, apesar de sua equipe estar bem na tabela de classificação e também apresentar um futebol consistente nos últimos meses.

"Acho que o Manchester United, junto do City, tem o melhor time do campeonato", disse Conte nesta sexta-feira (10). "Eles têm muito, uma série de grandes jogadores com grande talento e grande experiência para vencer", afirmou o italiano.

2017-02-11-chelsea-antonio-conte

(Foto: Getty Images)

VEJA TAMBÉM:
Hernanes explica escolha pela China | Hazard elogia penteado de Willian | Keno vira peça-chave do Palmeiras

"Com certeza, pode ser um jogo muito difícil, para nós e para eles, acho que agora, para nós, é melhor, temos uma boa identidade, uma boa equipe, então estamos mostrando um bom futebol. Claro, será um jogo muito difícil contra o United. Estamos enfrentando uma boa equipe, muito forte", afirmou ele, relembrando derrota para os Red Devils, por 4 a 0, no dia 23 de outubro.

"Em primeiro lugar, temos de vencer, temos de vencer", salientou Conte. "Agora é muito difícil dizer isso porque eu acho que precisamos de 24 pontos para garantir o título. Há 11 jogos para nós. Para nós, é importante ir jogo a jogo na liga, mas também queremos seguir na Copa da Inglaterra", continuou ele.

Manchester United Chelsea FA Cup 2013 Demba Ba

(Foto: Getty Images)

"Agora temos a Copa da Inglaterra na segunda-feira, um jogo muito difícil, queremos estar na próxima rodada, mas todos sabemos que este jogo será muito difícil, mas queremos tentar entrar na próxima rodada, Até agora, não ganhamos nada", confirmou o técnico do Chelsea, que está nas quartas de final da competição.

Conte também ofereceu apoio ao técnico do Arsenal, Arsene Wenger, que foi fortemente criticado depois de derrota por 10-2 no agregado contra o Bayern de Munique, pelas oitavas de final da Champions League.

"Não é um momento fácil para Wenger, mas estamos falando de um grande treinador. Eu acho que, em 20 anos no Arsenal, ele foi muito bem. Ele trabalhou muito. Treinar na Inglaterra não é fácil. Você tem que lutar, nesta temporada, com seis equipes, na próxima temporada, sete ou oito equipe. Ele ganhou no passado com o Arsenal. Acho que ele merece respeito por seu passado, por seu trabalho", concluiu ele.