Manchester United deve rescindir contrato de Cristiano Ronaldo, diz Gary Neville

O contrato de Cristiano Ronaldo com o Manchester United deve ser rescindido nos próximos dias após as inúmeras críticas que o português fez ao clube inglês em um entrevista, disse o ex-capitão da equipe Gary Neville nesta quinta-feira (17).

"Acho que ele não quer voltar", explicou Neville ao Sky Sports. "Eu não teria dado aquela entrevista se quisesse voltar", completou.

"Eu sabia que iria gerar grandes manchetes e que marcaria o fim de sua carreira no Manchester United", disse o ex-jogador inglês dos 'Diabos Vermelhos'.

Ronaldo, que voltou ao 'United' em agosto de 2021 e tem contrato por mais seis meses, deu declarações polêmicas sobre a família Glazer, proprietária do clube, e questionou sua gestão e falta de ambição esportiva.

O time de Manchester ficou de fora da Liga dos Campeões após terminar a última temporada do Campeonato Inglês em sexto lugar, e, mesmo contando com 24 gols do português em todas as competições em 2021/22, viu Ronaldo diminuir seu rendimento na temporada atual, passando ao banco de reservas e jogando muito pouco.

"Eu me pergunto o que o Manchester United está fazendo, porque a realidade é que eles sabem que precisam rescindir o contrato de Cristiano ou criar um precedente para que nenhum jogador possa criticá-los no futuro", acrescentou Neville.

"Concordo com algumas das coisas que Cristiano disse e muitos torcedores do Manchester United vão concordar com muitas das coisas que Cristiano disse. Mas a verdade é que se você é funcionário de uma empresa e diz esse tipo de coisa, seu trabalho deve terminar e o Manchester United deve fazê-lo nos próximos dias", avaliou sobre o ex-companheiro de equipe entre 2003 e 2009.

kca/pb/smr/dam/gh/yr