Manchester City fez proposta por atacante do Palmeiras

Angulo vai ficar no elenco profissional a partir de agora (Cesar Greco/Palmeiras)
Angulo vai ficar no elenco profissional a partir de agora (Cesar Greco/Palmeiras)

O Palmeiras ainda nem colocou Ivan Angulo para jogar no time principal, mas já teve uma proposta oficial pelo atacante colombiano. De acordo com um dirigente alviverde, o interessado foi o Manchester City, que se dispôs a pagar € 6 milhões de euros ou R$ 26 milhões para ficar com 100% dos direitos econômicos.

O curioso é que o Palmeiras acabou de comprar o atacante, de 20 anos, por US$ 3 milhões (R$ 11,6 milhões) - tal valor assegurou 70% ao Verdão. Ou seja, havia a chance de mais do que dobrar o lucro.

Leia também

O presidente Maurício Galiotte e o diretor-executivo de futebol, Alexandre Mattos, decidiram rejeitar a proposta porque têm certeza de que Angulo valerá muito mais em um futuro próximo.

O assédio do Manchester City, inclusive, acelerou o processo de promoção de Angulo no Allianz Parque. Ele voltou do Mundial sub-20 direto para o elenco principal, onde ficará em definitivo a partir de agora. Nos seis primeiros meses de Verdão, o ponta disputou sete jogos e fez três gols no sub-20.

Angulo havia sido “descoberto” por Mattos pela televisão. O executivo alviverde se encantou com a facilidade para driblar que Angulo demonstrou nos dois jogos contra o Brasil, durante o Sul-Americano sub-20, em janeiro. Na hora, Mattos ordenou que João Paulo Sampaio, coordenador das categorias de base, fosse atrás do jogador.

O Verdão conseguiu fechar com o Envigado o empréstimo de um ano, com a obrigatoriedade de compra por US$ 3 milhões. O prazo para a aquisição só terminaria em dezembro, mas o Palmeiras se antecipou e efetuou o pagamento no início deste mês.

Veja mais de Jorge Nicola no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos