Manchester City encara reta final da temporada como time mais confiante da Europa

Lucas Humberto
·2 minuto de leitura

Controle psicológico. Times ascendem e caem pelo excesso ou falta desse fator tão importante. Quantas vezes testemunhamos elencos que tinham tudo para conquistar as maiores glórias do esporte, mas perderam pelos próprios tropeços? Há também a situação inversa, quando equipes são tão seguras do seu jogo que revertem resultados improváveis. E é sobre esse último caso que falaremos agora: Manchester City e seu status de clube mais maduro da Europa na temporada.

Grandes viradas

Começaremos pela 'Orelhuda'. Nas duas partidas diante do Borussia Dortmund, ainda nas quartas de final, os Citizens viveram momentos complicados. Saíram na frente no primeiro jogo, é verdade, mas viram Marco Reus igualar na reta final do segundo tempo. Minutos antes dos acréscimos, Phil Foden balançou as redes e garantiu o triunfo. Uma possível igualdade no placar poderia ser fatal.

No segundo duelo, Jude Bellingham marcou o único gol da primeira parcial pelo BVB. Estava tudo em aberto, mas os comandados de Pep Guardiola correram atrás do placar, buscaram mais uma vitória e consequente classificação à semifinal.

Manchester City saiu na frente da semifinal da Champions League. | ANNE-CHRISTINE POUJOULAT/Getty Images
Manchester City saiu na frente da semifinal da Champions League. | ANNE-CHRISTINE POUJOULAT/Getty Images

É fato, no entanto, que o Borussia Dortmund não vive seus melhores momentos. Contudo, o êxito diante do PSG provou exatamente a razão deste artigo: o Manchester City é o time mais confiante da temporada. É preciso coragem para jogar com sabedoria, sobretudo quando se enfrenta um dos maiores times do Velho Continente. É necessário muito mais que um bom futebol para virar um placar em plena semifinal de Champions League.

Ascensão depois da queda

Os grandes trunfos do Manchester City não estão restritos à Liga dos Campeões. Exatos oitos dias após serem derrotadas pelo Chelsea, na semifinal da Copa da Inglaterra, os Citizens superaram o Tottenham, na final da Copa da Liga Inglesa, em mais uma exibição de muito controle emocional.

O revés diante dos Blues, por 1 a 0, mostrou que o City não é tão imparável assim. Guardiola não colocou alguns titulares importantes nesta partida, mas tampouco entrou para perder. A ascensão, no entanto, veio no fim de semana seguinte, no mítico Estádio Wembley. E a vitória por 1 a 0 sobre os Spurs evidenciou que maturidade faz toda diferença.

Manchester City venceu a Copa da Liga Inglesa. | CARL RECINE/Getty Images
Manchester City venceu a Copa da Liga Inglesa. | CARL RECINE/Getty Images

O Manchester City chega no momento mais derradeiro da temporada exibindo uma performance praticamente irretocável dentro das quatro linhas. Mas, para além do brilhante esquema do estrategista Guardiola, há controle psicológico estampando no rosto de cada Citizen. E isso não é tão fácil de ser encontrado.