Manchester City deve se desfazer de 12 nomes para a próxima temporada

Depois da eliminação na remontada do Monaco sobre o Manchester City, na partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, o time de Pep Guardiola deverá tomar algumas providências para a próxima temporada. De acordo com o jornal britânico The Mirror, o clube inglês está se preparando para uma “revolução” em seu elenco, atrás de uma melhora definitiva.

Leia mais:

Guardiola culpa mau primeiro tempo por eliminação do Manchester CIty 

A principal transformação da equipe de Manchester será a diminuição do número de nomes no plantel de Guardiola. O City pensa em descartar pelo menos 13 jogadores de sua equipe atual, na próxima janela de transferência, em julho. Caso as baixas sejam confirmadas, a equipe conseguirá arrecadar uma quantia próxima de 150 milhões de libras (aproximadamente 499,21 milhões de reais), para poder investir na próxima temporada.

Nomes como os de Gael Clichy, Bacary Sagna e Pablo Zabaleta estão entre os primeiros descartes que apontam os ingleses do The Mirror. Joe Hart, Samir Nasri, Wilfried Bony e Eliaquim Mangala estão emprestado para outras equipes, mas também não agradam Guardiola a ponto de o City pensar em renovação.

Nolito e Bravo também devem deixar o elenco dos citizens, já que nenhum dos dois jogadores está atuando como o esperado e tem feito pouca diferença ao time. Além destes, Jesus Navas, Fabian Delph, Vincent Kompany e Fernando compõe o restante do grupo de jogadores que precisam mostrar trabalho para convencer o comandante do City.